Autoexame para câncer de testículo: como fazer

Boa parte dos casos desse tipo de tumor, que acometeu o jogador Ederson, do Flamengo, é descoberta pelo próprio paciente. Saiba como se examinar

Por Da Redação

access_time9 abr 2018, 16h08 – Publicado em 25 jul 2017, 14h43

O câncer de testículo, diagnosticado no jogador Ederson, do Flamengo, surge, principalmente, em pessoas entre 15 e 50 anos de idade, com histórico familiar, lesões e traumas. Mas está longe de ser comum. Entre os tumores malignos que atingem o homem, cerca de 5% ocorrem nos testículos.

Um nódulo endurecido do tamanho de uma ervilha, geralmente indolor, ali ou na bolsa escrotal é o sintoma mais comum. E, embora sempre se peça para fazer avaliações com um médico de confiança, o autoexame pode ajudar a detectar a doença.

Como fazer essa avaliação

  • De pé, em frente ao espelho, verifique a existência de alterações em alto relevo na pele do escroto.
  • Examine cada testículo com as duas mãos. Posicione-o entre os dedos indicador, médio e polegar e movimente-o. Você não deve sentir dor. Não se assuste se um dos testículos parecer ligeiramente maior que o outro — é normal.
  • Procure o epidídimo — pequeno canal localizado atrás do testículo e que coleta e carrega o esperma. Isso é importante para se familiarizar com tal estrutura e não confundi-la como uma massa suspeita.

O que procurar

  • Qualquer alteração no tamanho dos testículos.
  • Sensação de peso no escroto.
  • Dor no abdômen inferior, na virilha, nos testículos ou no escroto.
  • Líquido que sai do escroto.

Quando fazer

Mensalmente, sempre após um banho quente. O calor relaxa o escroto e facilita a observação de anormalidades.

(Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/autoexame-para-cancer-de-testiculo-como-fazer/, data de acesso 10/04/2018)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2018/04/autoexame-para-cancer-de-testiculo-como-fazer/

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.