“Ah! Estes homens maravilhosos!…”, ou, “ah! Estes maravilhosos homens!…”

29 de Junho – Dia da Telefonista
4 de Julho -Dia do Operador de Telemarketing
13 de Julho – Dia do Cantor


Ainda bem que ocorrem atualmente, mais conscientização político social e familiar nas estruturas familiares, nas áreas trabalhistas, nas áreas de educação, dentre outras, que pioneiros homens vêm se destacando ao assumirem publicamente, o seu afeto pelos seus filhos e filhas, demonstrando o quanto e aonde irão “batalhar” neste papel de “pai assumido!”

Recordo-me que em um de meus singelos eventos, com palestrantes notáveis, abrimos os temas sobre: “Mulheres problemáticas, que violentam fisicamente seus maridos etc.” tivemos muita censura de alguns grupos femininos; outra vez abordamos “ os estupro de meninos, jovens e de homens” tivemos censura de alguns homens, e mulheres, se isto era “ coisa de se falar”… enfim, há mais situações que a “falsa moralidade social, e, o pior, injusta, não percebia os homens como sujeitos passiveis de certas violências que também os agridem Muito, e, principalmente, não eram vistos como homens afetivos e responsáveis pelo desenvolvimentos normal, e complementar de sua família.

Sem dúvidas que há homens patifes e doentes mentais etc. que violentam suas próprias crianças e a sua mulher, dentre outras na rua, no trabalho. Mas, que há mulheres violentas, também. com doenças mentais, que chegam a extremos até com bebês. que geraram… Que homens e mulheres ficam com sede de vingança de seus parceiros na desunião, há…

Mas debater, educar, acolher, tratar, evitar-se o pior por meios educativos, de atendimento à saúde, do ponto de vista legal etc. é necessário. A exemplo, a causa abaixo em link que referência este assunto. Assim como o jovem expoente midiático “jogador Neymar” que se engaja na conscientização e do valor se ser e de se ter pai. (Campanha com Neymar: “SOU FILHO DA MÃE, MAS EU TENHO PAI”! – campanha contra alienação parental).

Desde 1986, com a nossa criação sócio intelectual do ESPAÇO MULHER, incluímos os homens para debates em saúde, educação, psicologia, leis etc. fomos muito criticadas por extremistas, que vivem de discursos sem apresentar projetos práticos sociais. Incompreensíveis, pois a humanidade é composta por um sêmen e por um óvulo… (em qualquer forma).

Tivemos junto a saudosa amiga, a sugestão para criação do “DIA DO HOMEM”, que ela com sua influência sócio política, consegui no dia 15 de Julho. Fomos pioneiras em buscar a realização de eventos exclusivos para a “SAÚDE DO HOMEM” (documentos comprovam), mas fomos barradas, e grandes agencias com outros grupos aliados iniciaram, mas faltou o envolvimento masculino e feminino nas campanhas. E, também, em 1997, acompanhamos por líderes sociais, que participaram da criação do Instituto Papai. Vimos os primeiros passos, e das campanhas internacionais do “LAÇO BRANCO – Homens pelo fim da Violência contra a Mulher ”, e em 1999, a sua chegada ao Brasil .

Agora, o que tem a ver o título com o que até aqui expusemos? “AH! ESTES HOMENS MARAVILHOSOS!…”, OU, “AH! ESTES MARAVILHOSOS HOMENS!…”

Além de reconhecer o valor destes pioneiros que vieram junto conosco, de forma voluntária, como homens demonstrar os seus conhecimentos, ainda as diferenças sociais/legais entre homens e mulheres, a solidariedades deles para mulheres vítimas, e também com humildade sobre os riscos e dores que os homens também sofrem, muitas vezes sem políticas públicas a favor deles, até mesmo por doenças adquiridas no trabalho salubre, acidentes com amputações, violências financeiras e morais, etc.

Duas leituras são muito interessante, exemplares, que nos faraó entender” o quanto os homens ainda precisam se engajar junto com as mulheres para certas mudanças sociais e políticas, legais etc.).

Nossos parabéns a esses “Homens Maravilhosos”! Ou, será melhor, nossos parabéns aos “Maravilhosos Homens?”

Fraternal abraço e a gratidão a todos os homens colaboradores voluntários de ESPAÇO MULHER e ESPAÇO HOMEM.

Aqui nossa sugestão de leitura acima citada:

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2018/06/ah-estes-homens-maravilhosos-ou-ah-estes-maravilhosos-homens/