Schadenfreude: o meu prazer em ver a sua desgraça

Ponto de partida para discutir o Princípio da Inocência

Publicado por Wagner Francesco

“De origem alemã, a palavra Schadenfreude (*) é composta de Schaden (dano) e Freude (alegria). É basicamente o seguinte: o prazer que temos quando vemos os outros com problemas; é a alegria que sentimos quando recebemos a notícia que alguém se deu mal. É a palavra chique para “pimenta no c* dos outros é refresco”.

Schadenfreude é também chamado de “o prazer perverso”, ele é visto como aquela coisa que sentimos quando alguém, que está numa posição melhor que a nossa, “se ferra na vida” e a gente sente aquela pontada de alegria e realização. Sabe aquele sentimento de querer que o fulano bem sucedido caia n’alguma desgraça? Sim, é Schadenfreude.

No entanto quero partir de um outro ponto de vista. E por que esta palavra é importante para o Direito Penal? Ora, você vai saber agora: é que quando sentimos prazer em ver alguém se dar mal, a primeira coisa no Direito Penal que sofre é o Princípio da Inocência.

E agora, que quero ir por um outro ponto, fora da ideia de que sentimos inveja (apenas) de pessoas mais bem colocadas socialmente que nós, podemos nos perguntar: e quando uma pessoa, qualquer pessoa, aparece na mídia sendo acusado de cometer algum ato ilícito a nossa primeira reação é a de o condenar sumariamente, isto seria o quê? Schadenfreude, sem dúvida! E esta indignação macabra que sentimos quando alguém que sumariamente condenamos é inocentado, o que seria isto? Schadenfreude! Lógico.

É porque a gente sente prazer na desgraça do outro, a gente gosta quando alguém vai ser penalizado, vai ser condenado. No fundo, no fundo, talvez seja um pouco de inveja. Calma, não é inveja do moço que fez besteira, mas inveja da pessoa que nós queríamos que fôssemos. Queríamos ser bons, santos, corretos, mas, no fundo, no fundo, somos tão errados quanto um monte de gente é.

A gente gosta de punir o outro, sem provas, sem julgamento, sem ouvir, porque a gente olha o estranho e quer condenar não só ele, mas aquele “eu” que é verdadeiro em nós. É o prazer na desgraça do outro como se fosse “o nosso eu errado” quem estivesse sendo punido também. É uma forma de aliviar o peso da consciência…

É preciso abandonar o prazer na desgraça do outro para que a gente cumpra o que diz a Constituição Brasileira (http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/155571402/constituição-federal-constituição-da-republica-federativa-do-brasil-1988)

Art. 5º, LVII – ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória;

Somos todos inocentes até o trânsito em julgado, mas não aceitamos isto porque, dominados pelo Schadenfreude, o outro já é condenado a priori por causa do prazer que todo este sofrimento alheio nos causa. E este discurso de que “punição demais nunca é pouco” é apenas a falácia de um espírito que quer pintar para si próprio e para a sociedade um quadro de perfeição. Esconde, no entanto, o lado sombrio da humanidade.

O inferno são os outros e o inferno dos outros causa paz em nós.

Ser dominado pelo Schadenfreude é humano, demasiado humano, o problema é quando este sentimento começa a interferir na ordem de um Estado democrático de Direito.

Caro leitor, apesar dos possíveis prazeres que a desgraça de outra pessoa possa causar em nós, ele tem que continuar sendo inocente até que o contrário seja provado.”

(*) Grifo nosso em itálico, em destaque ao argumento do autor.

Para saber mais sobre Schandenfreude:

O prazer na desgraça alheia http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/prazer-na-desgraca-alheia-11191687.

The Joy of Pain: Schadenfreude and the Dark Side of Human Nature http://www.amazon.com/The-Joy-Pain-Schadenfreude-Nature/dp/0199393710

Neuroscience of Envy and Schadenfreude http://scienceblogs.com/purepedantry/2009/04/14/neuroscience-of-envy-and-schad/

Autor:

Wagner Francesco http://wagnerfrancesco.jusbrasil.com.br/

Teólogo e acadêmico de Direito. Nascido no interior da Bahia, Conceição do Coité, formado em teologia e estudante das Ciências Jurídicas. Fã de Heavy Metal. Pesquiso nas áreas da Teologia da Libertação e as obras do Karl Marx e Jacques Lacan aplicadas ao Direito.

Página no Facebook: https://www.facebook.com/escritor.wagnerfrance

Amplie seu estudo

Estado Democrático de Direito http://www.jusbrasil.com.br/topicos/293801/estado-democratico-de-direito

Presunção de Inocência http://www.jusbrasil.com.br/topicos/297140/presuncao-de-inocencia

Princípio da Inocência http://www.jusbrasil.com.br/topicos/352397/principio-da-inocencia

Psicologia http://www.jusbrasil.com.br/topicos/1679118/psicologia

Inciso LVII do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988 http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10728238/inciso-lvii-do-artigo-5-da-constituicao-federal-de-1988

Direito Penal http://www.jusbrasil.com.br/topicos/26413229/direito-penal

Psicologia Jurídica http://www.jusbrasil.com.br/topicos/27253046/psicologia-juridica

Tópicos de legislação citada no texto

Constituição Federal de 1988 http://www.jusbrasil.com.br/topicos/302754/constituicao-federal-de-1988

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/schadenfreude-o-meu-prazer-em-ver-a-sua-desgraca/

BID poderá ajudar o Brasil em sua crise hídrica

Cidades

** Autor: Martim Vicente

06 Fevereiro 2015

“O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) deverá oferecer ajuda ao Brasil, no que se refere ao abastecimento d’água e demais questões relacionadas à grave crise hídrica atravessada por alguns estados.

Desse modo, deverá ser promovido um vasto intercâmbio de experiências entre países que estiveram na situação em que o Brasil se encontra, entre fins de 2014 e começo de 2015.

O BID também deverá apoiar o setor privado brasileiro, para ajudar no desenvolvimento nacional, sempre visando a conquista do desenvolvimento sustentável. O apoio do BID ao setor público já é uma realidade – em áreas como infraestrutura, sustentabilidade urbana, desenvolvimento social e segurança cidadã. O Brasil é o país que mais recebe investimentos da instituição – cerca de 25% dos recursos são aportados no país.

Certamente, a ajuda viria a acrescentar na luta brasileira pela superação da crise de escassez de água, que ganha contornos cada vez mais trágicos.

Inovações, como a máquina que gera água potável a partir da umidade do ar, criada por um brasileiro; a garrafa que se enche d’água ao pedalar, criada por um austríaco, seriam ideias interessantes para serem fomentadas em projetos. Ou mesmo a minicisterna que captura água da chuva, bem como a questão da dessalinização da água do mar, técnica usada em localidades como Dubai e Singapura.

Esperamos que, com a iminência de um colapso no sistema hídrico nacional, as autoridades políticas olhem para esse cenário com mais carinho e seriedade. Afinal de contas, em maior ou menor grau, eles também serão afetados.”

(Fonte: http://greenme.com.br/informar-se/cidades/1412-bid-ajuda-brasil-crise-hidrica, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/bid-podera-ajudar-o-brasil-em-sua-crise-hidrica/

Cigarro eletrônico pode conter até dez vezes mais agentes cancerígenos que cigarro comum

Veja.com – Publicado: 27/11/2014 21:37 BRST Atualizado: 27/11/2014 21:43 BRST

“Cigarros eletrônicos podem conter até dez vezes a quantidade de agentes cancerígenos de um cigarro comum, mostrou um estudo japonês divulgado nesta quinta-feira.

O dispositivo eletrônico, de popularidade crescente especialmente entre os jovens, funciona aquecendo um líquido que frequentemente contém nicotina, transformando-o em vapor que é aspirado, da mesma forma que os cigarros tradicionais, mas sem a fumaça.

Os pesquisadores encontraram diversas substâncias que podem provocar câncer nos vapores absorvidos por quem utiliza esse produto: formaldeído, um composto também conhecido como formol, acetaldeído, acroleína, glioxal e metilglioxal, entre outros. “As taxas variam consideravelmente de uma marca para outra e inclusive dentro da mesma marca, de uma amostra para outra”, destacaram os cientistas, que mediram as concentrações das diferentes substâncias em cinco marcas (não citadas) de cigarros eletrônicos.

“Em uma das marcas analisadas, a equipe de pesquisa encontrou um nível de formaldeído que chegou a dez vezes mais que o registrado em um cigarro tradicional”, explicou o cientista Naoki Kunugita, do Instituto Nacional de Saúde Pública japonês, que coordenou o estudo. Ele afirmou ainda que quanto mais quente fica o fio que aquece o líquido, maiores são as quantidades produzidas dessas substâncias.

O estudo foi entregue ao Ministério da Saúde do Japão, que questiona, assim como seus equivalentes em outros países, até que ponto é necessário regulamentar o uso dos cigarros eletrônicos sem nicotina que utilizam líquidos perfumados. Os consumidores de cigarros eletrônicos no Japão são menos visíveis que os fumantes tradicionais e as lojas especializadas consideravelmente menos numerosas, mas a transição do tabaco para o vapor é um fenômeno crescente que provoca a preocupação das autoridades.

Alertas — Em agosto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou os governos para banir a venda de cigarros eletrônicos para menores de 18 anos, afirmando que eles são uma “grave ameaça” especialmente para gestantes e seus filhos e jovens. As autoridades de saúde americanas divulgaram este ano que o número de jovens que experimentaram os cigarros eletrônicos triplicou de 2011 para 2013.

O Dicionário Oxford escolheu “vape”, termo que significa “tragar cigarro eletrônico”, como palavra do ano para 2014. O uso desse termo mais que dobrou em relação ao ano passado.”

(Fonte: http://www.brasilpost.com.br/2014/11/27/cigarro-eletronico-faz-mal_n_6234094.html, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/cigarro-eletronico-pode-conter-ate-dez-vezes-mais-agentes-cancerigenos-que-cigarro-comum/

Injeção anticoncepcional para homens deve chegar ao mercado até 2017

Postado por Carolina Goyer – 23-09-2014 às 18h51

“Além da camisinha masculina, a lista de métodos contraceptivos disponíveis no mercado atual é repleta de possibilidades para as mulheres: pílula diária, pílula do dia seguinte, injeções e até mesmo a camisinha feminina.

Todo este desenvolvimento de opções para a escolha delas, acabou colocando-as como totais responsáveis pelo próprio corpo.

A novidade, que deve chegar ao mercado até 2017, é voltada para eles, que contavam, até então, com a proteção de látex ou intervenção de vasectomia. A injeção Vasalgel foi desenvolvida pela Parsemus Fondation, uma organização americana sem fins lucrativos.

A atuação do método no corpo masculino se dá através de polímeros que preenchem os canais deferentes, não permitindo que o esperma circule pela região. Ao contrário dos métodos mais tradicionais, este não é hormonal e pode ser revertido com uma outra injeção, que libera os canais.

O estudo em babuínos evidenciou a eficácia da criação. Três animais receberam as aplicações e todos mantiveram relações sexuais com grupos de 10 a 15 fêmeas. Em nenhum caso houve fecundação.

Graças aos bons resultados e ao novo investimento da David e Lucile Packard Foundation, no ano de 2015 as pesquisas em humanos devem começar a ser realizadas. Segundo a Fundação, eles esperam disponibilizar as injeções a preços acessíveis. “O custo será mais baixo do que uma televisão”, informa o site.

A ideia original surgiu em 1999, através de estudos do médico indiano Sujoy Guha. Infelizmente, a Índia mantém o experimento em ensaios clínicos até hoje, o que impossibilitou qualquer avanço científico.”

(Fonte: http://revistadonna.clicrbs.com.br/saude/injecao-anticoncepcional-para-homens-deve-chegar-ao-mercado-ate-2017/, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/injecao-anticoncepcional-para-homens-deve-chegar-ao-mercado-ate-2017/

Mulher vai receber R$ 187 mil por morte de noivo em loja de departamento

Redação – 08 Fevereiro 2015 | 05:00

Por Fausto Macedo

Casal pagava colchão quando um vigilante matou o rapaz a tiro, em 2008, em São Paulo

“A 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou uma rede varejista a pagar R$ 187,5 mil de indenização por danos morais à noiva de um rapaz, morto no estabelecimento por um vigilante do local, na zona sul de São Paulo. O noivo, de 23 anos, foi alvejado com um tiro no rosto por um dos seguranças em novembro de 2008.

Segundo a autora da ação, ela e o noivo faziam o pagamento de um colchão numa das lojas da empresa quando um funcionário, contratado para a vigilância, passou a ofende-los – em certo momento, ele teria sacado uma arma e baleado o rapaz. Em sua defesa, a rede alegou que não responde por “atos ilícitos ou defeitos” nos serviços prestados pelos terceirizados.

Em acordo com a legislação civil, o desembargador João Francisco Moreira Viegas, relator do caso no TJ, afirmou em voto que a ré deve se responsabilizar por excessos ou ilícitos que seus funcionários ou prepostos pratiquem a seu serviço. “A hipótese dos autos, sem dúvida alguma, é de se orientar para a consubstanciação do dano moral e seu ressarcimento, sendo evidente o direito ao ressarcimento dos prejuízos morais experimentados em virtude do evento ocorrido no estabelecimento comercial, na medida em que contratado funcionário com comportamento no mínimo imprudente, afigura-se a culpa da ré para o surgimento do evento e a responsabilidade de indenizar os prejuízos daí advindos.”

Os desembargadores Antonio Carlos Mathias Coltro e Erickson Gavazza Marques participaram do julgamento e acompanharam o voto do relator.” TJ-SP

(Fonte: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/mulher-vai-receber-r-187-mil-por-morte-de-noivo-em-loja-de-departamento/, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/mulher-vai-receber-r-187-mil-por-morte-de-noivo-em-loja-de-departamento/

Detergentes – bicarbonato de sódio

Autora: daia florios 05 Fevereiro 2014

“O bicarbonato de sódio é uma substância utilizada com frequência na preparação de detergentes ecológicos para a limpeza da casa, e como desodorante para pessoas e para o ambiente. O que é realmente o bicarbonato de sódio e por que é muito útil e eficaz? O bicarbonato se encontra normalmente na natureza, mas também pode ser produzido inclusive em escala industrial.

Bicarbonato de sódio – NaHCO3 – também é conhecido como carbonato de monossódio. Do ponto de vista químico é definido como um sal de sódio do ácido carbônico. O bicarbonato de sódio que encontramos comumente para venda é indicado como adequado para o uso alimentar. A indústria o utiliza como um aditivo na preparação de alimentos embalados. A presença dele nos alimentos é identificável na embalagem devido à sigla E500.

Podemos encontrar o bicarbonato de sódio diretamente na natureza, dentro de depósitos onde se verifica sua presença em forma de incrustações ou efervescências. Em ambientes particulares, ele é recuperado na forma de componente secundário do natrão. A produção industrial de bicarbonato requer o uso de amoníaco, dióxido de carbono e cloreto de sódio. O resultado é uma reação química que resulta na produção de cloreto de amônio e bicarbonato de sódio. A fórmula química para sua produção industrial foi desenvolvida por Ernest Solvay em 1863. O bicarbonato de sódio, em contato com a água, conduz à formação de uma solução ligeiramente básica (pH 8,6).

Bicarbonato de Sódio Natural

Um dos maiores depósitos naturais de bicarbonato de sódio no mundo é a Bacia do Rio Verde, localizado na região central dos Estados Unidos. Existem várias empresas envolvidas na sua extração, que o utilizam e o vendem como produto puro ou tratado com produtos químicos, não necessariamente poluentes. Desta maneira é obtido, em qualquer caso, um produto de baixo impacto ambiental.

Modos de uso do bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio é empregado de numerosas formas, seja para uso industrial que para uso doméstico. É por exemplo, empregado para facilitar a fermentação de massas, durante o cozimento, pois ajuda a liberar o dióxido de carbono. Tem um leve poder abrasivo e clareador, o que induz sua utilização na formulação industrial de cremes dentais. Também por seu poder de clareamento, o bicarbonato de sódio é utilizado nas lavanderias para dar vida aos tecidos brancos ou para pré-tratamento de manchas. O bicarbonato de sódio em pó absorve odores do ambiente. Por esta razão, é útil colocá-lo em um copinho dentro da geladeira ou na sapateira.

Na higiene pessoal, o bicarbonato é um excelente desodorante em pó, por ser capaz de neutralizar a acidez e maus odores causados pela presença de suor. A natureza levemente básica das soluções de água e bicarbonato faz com que ele seja útil não apenas para combater o mau cheiro provocado pela acidez, mas também o de bolores e fungos que vivem em ambiente ácido. O bicarbonato de sódio em pó tem a capacidade de ajustar o pH da superfície sobre a qual ele é utilizado. Potencializa a ação de detergentes, é útil para limpar garrafas, louças e objetos enferrujados.

Bicarbonato e vinagre

Provavelmente você já ouviu dizer para não combinar o bicarbonato de sódio com vinagre, porque uma substância anularia a outra. Se quiser preparar líquidos de limpeza para uso em spray, na verdade, você tem que combinar o bicarbonato de sódio ou vinagre à água. Contudo, polvilhar em uma pequena superfície, primeiro o bicarbonato e depois colocar algumas gotas de vinagre provoca uma reação química (as duas substâncias “efervecem”), o que pode ser útil para a remoção de manchas de sujeira, por exemplo sobre o fogão da cozinha, além de amolecer incrustações.

A mesma combinação pode ser usada para a limpeza e desobstrução de descargas domésticas, derramando, por exemplo, um atrás do outro: um copo de vinagre, meio copo de bicarbonato e um litro de água quente. Alternar a aplicação de vinagre e bicarbonato de sódio sobre as superfícies pode ser útil também para acabar com o mau cheiro dado pelas substâncias presentes na urina de cães e gatos, que pode ser ou ácida (que será eliminada pelo bicarbonato) ou alcalina (neutralizada pelo vinagre). Como uma alternativa ao vinagre, pode-se utilizar o ácido cítrico ou suco de limão.”

(Fonte: http://greenme.com.br/consumir/detergentes/19-bicarbonato-de-sodio-o-que-e-e-porque-funciona, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/detergentes-bicarbonato-de-sodio/

Café + Açúcar = Perigo!

17/11/2014 | 2:36 PM

“Sabe aquele cafezinho com açúcar que você toma três vezes ao dia e acha inofensivo? Pois é, engano seu!! Isso mesmo. Vou explicar o quanto ele pode ser nocivo ao longo de um ano. Vamos lá:

Em média, cada sachê tem 5g. Se você toma três cafés ao dia, estará consumindo 15g/dia de açúcar. Multiplicado por sete (dias da semana), totalizam 105g/semanais. Ou seja, 420g/mês e, no ano, 5.040g/ano (uaaaaaaaaaaaaaaaaaaau!!). O cálculo ainda não acabou. Para cada grama de açúcar, devemos multiplicar 4 Kcal (calorias referentes aos carboidratos), aonde chegamos ao denominador de 20.160 Kcal!!

Aí, você pergunta: o quanto isso representa na balança!? Vou falar agora, mas não vá cair de costas, hein…rs!! Sabe quantas calorias representam o aumento de 1kg na balança? 7.700 Kcal!! Isso mesmo, percebeu como não são poucas as calorias para se ganhar 1kg, mas se cada detalhe da dieta passar desapercebido, no final essa somatória fará uma diferença gigantesca!! Conclusão, ao final de um ano esse 3 cafezinhos diários irão representar um saldo positivo na sua balança de 2,618 Kg!!

Subir positivamente o peso com calorias vazias não é nada bom, pois além de estragar sua composição corporal, proporcionará o aumento de parâmetros bioquímicos em seu organismo, como exemplo a glicemia.

A vida é feita de detalhes, sejam eles positivos ou negativos, portanto faça escolhas mais saudáveis e ganhe saúde a longo prazo!!”

Autor: Marco Jafet

Run & Food – Nutricionista de formação com especialização em esportes, ele é maratonista, pai de dois filhos e sócio da clínica Jafet Nutrição Especializada, em São Paulo. Trabalha com atletas de alto rendimento e aqui tem a missão de desmistificar mitos e revelar tudo o que é verdade quando o assunto é alimentação e suplementação.

Acredita que equilíbrio e bom senso são as estratégias para o sucesso.

(Fonte: http://www.suacorrida.com.br/blog/cafe-acucar-perigo/, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/cafe-acucar-perigo/

Correr com a mente

29/01/2015 | 10:21 AM

“Oi, pessoal! A partir deste post inicio nosso blog sobre Psicologia do Esporte para corredores. E nada mais aconselhável do que começar explicando o que é a Psicologia Esportiva (PE) e o que faz um psicólogo do esporte.

Segundo Weinberg e Gould (2001) é uma ciência, que estuda os comportamentos de pessoas envolvidas no contexto esportivo e de exercício físico. Para a American Psychological Association (APA, 1999) o interesse dos psicólogos do esporte está voltado para duas áreas:

  • Ajudar atletas a fazerem uso dos princípios psicológicos para alcançar um nível ótimo de saúde mental e otimizar sua performance.
  • Esclarecer como a participação em atividades físicas e desportivas altera o desenvolvimento psicológico, o bem-estar e a saúde de atletas e não atletas.

Ou seja, a psicologia do esporte não é somente para atletas de alto rendimento, tão pouco para “consertar” alguma coisa que esteja errada, o trágico “a psicologia é só para quem tem problemas, é louco”.

Como psicólogos, e como cientistas, buscamos trabalhar com o tripé “ensino, pesquisa e intervenção”. Dessa forma, meu objetivo aqui será ao mesmo tempo trazer conceitos básicos trabalhados na PE, discutir pesquisas clássicas e atuais, e expor algumas técnicas que uso em minha prática rotineira. Tanto em clubes em que trabalhei como em meu consultório, onde atendo atletas de diversas modalidades.

É importante entendermos que em qualquer esporte há o treinamento físico, técnico e tático (que no caso da corrida seriam estratégias de treino ou provas), e há também o treinamento psicológico (ou mental). E como tal, deve ser realizado de forma sistemática para haver uma melhora em nossa saúde e performance, as mudanças não ocorrem magicamente de um dia para outro. Se o treino físico depende muito de nossa técnica de corrida, exercícios que realizamos, e do que comemos, o treinamento psicológico está sujeito a como pensamos. PENSAR ERRADO NÃO SAI GRÁTIS.

Como disse Thomas Jefferson:

“Nada consegue impedir o homem que tem a atitude mental correta de atingir as suas metas; nada na Terra consegue ajudar o homem com a atitude mental errada”.

Esta é a mensagem que gostaria de deixar em nosso primeiro contato. Sobre o que você gostaria de ler nesse espaço? Quais são suas dificuldades na vida de corredor? O que funciona para você? Quais suas dúvidas? Com suas contribuições poderemos construir aqui um espaço interativo e útil para todos.”

Até a próxima, e boa corrida!

Autor: Maurício Pinto Marques

http://www.facebook.com/mauriciopmarquespe

mauriciopmarques@gmail.com

Sugestão de leitura: Weinberg & Gould (2001) Fundamentos da Psicologia do Esporte e Exercício. Artmed.

(Fonte: http://www.suacorrida.com.br/blogueiros/mauricio-pinto-marques/, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/correr-com-a-mente/

Telefones de emergência e de serviços públicos

Números telefônicos de entidades prestadoras de serviços de socorro e de informações de interesse comunitário

102 Serviço de Informação de Código de Assinante

142 Centro de Atendimento para a Intermediação da Comunicação para Portadores de Necessidades Especiais

NOTA 1: Verifique se o acesso aos serviços já está disponível em sua localidade.

NOTA 2: Chamadas para esses serviços são gratuitas para os usuários

100 Secretaria dos Direitos Humanos

128 Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul

180 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher

181 Disque Denúncia

190 Polícia Militar

191 Polícia Rodoviária Federal

192 Serviço Público de Remoção de Doentes (ambulância)

193 Corpo de Bombeiros

194 Polícia Federal

197 Polícia Civil

198 Polícia Rodoviária Estadual

199 Defesa Civil

NOTA 1: Verifique se o acesso aos serviços já está disponível em sua localidade.

NOTA 2: Chamadas para esses serviços são gratuitas para os usuários

Demais serviços de utilidade pública

103 XY Serviços Ofertados por prestadoras de Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC)

Disque 103 seguido do código da prestadora desejada.

Para falar com a Telefonica, por favor disque 103 15 ou consulte o serviço de informações 102

105 X Serviços Ofertados por prestadoras de Serviço Móvel de Interesse Coletivo

Disque 105 seguido do código da prestadora desejada ou consulte o serviço de informações 102.

106 Serviços Ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa

115 Serviços da prestadora de Água e Esgoto

116 Serviços da prestadora de Energia Elétrica

118 Serviços de Transporte Público

127 Ministério Público

132 Assistência a Dependentes de Agentes Químicos

135 Ministério da Previdência Social – INSS

138 Governo Federal

141 Centro de Valorização da Vida (CVV)

144 Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

148 Justiça Eleitoral

150 Vigilância Sanitária

151 Procon

152 Ibama

153 Guarda Municipal

154 Detran

155 Serviço Estadual

156 Serviço Municipal

157 Informações sobre oferta de empregos (Sine)

158 Delegacias Regionais do Trabalho

159 Atendimento aos Serviços Ofertados por Órgãos do Poder Judiciário

160 Disque Saúde

161 Atendimento a Denúncia por Órgãos da Administração Pública

130 Hora Certa

134 Despertador Automático

NOTA: Verifique se o acesso aos serviços já está disponível em sua localidade.

(Fonte: http://www.telefonica.net.br/sp/utilidadepublica/emergencia.htm, data de acesso 10/02/2015)

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/02/telefones-de-emergencia-e-de-servicos-publicos/

Homens mais solicitados e admirados no momento dos temporais no país

Olá Leitores! Olá Leitoras!

Observando vários homens moradores na rua que foi quase arrasada pelo vento, temporal, queda de árvores e muro, e o rompimento de um fio de alta tensão, onde todos ficaram no escuro sem Internet por quase dois dias, pode-se perceber que:

1 – a tranquilidade e o profissionalismo dos servidores públicos do serviço da Eletropaulo, que atendiam a todas as pessoas para acalmar os ânimos, orientavam na distância para permanecerem no local, separavam as distâncias por cones e correntes, e ali estavam quase que hipnotizados assistindo tudo, admirando o trabalho, sugerindo, perguntando, em sua maioria homens.

Na dificuldade estavam todos unidos, não importando a condição econômica, de credo, de formação acadêmica, se era patrão ou um simples servidor, naquela hora, os eletricitários e motoristas da Eletropaulo, eles eram “os deuses” que sabiam consertar uma fiação de alta tensão, para promover a tão desejada iluminação elétrica.

Numa praça em outro local, lá estava um grande caminhão onde homens tentavam equilibrar uma grande tora de uma árvore tombada, ajudavam ao guindaste para que pudesse armazenar e amarrar junto aos outros pedações no caminhão. Muito difícil, quase impossível, só a força de todos não era suficiente, era preciso ter uma técnica de movimento e apreensão simultânea de todos em um pedaço da tora, para que não solta-se, e ficasse pendurado na ribanceira em declive Lá embaixo na grande avenida carros passagem em alta velocidade. Eles ali, imobilizando aos passantes, impedindo o tráfego, e juntos de forma estudada, somavam as forças para driblar o movimento de tão pesado lenho, que já os cansara muito até cortar e fatiar as toras. Num calor de arrasar qualquer ser humano, ali estavam em seus macacões de maga comprida, botas e capacetes, a serviço da população.

Quantas solicitações de urgência para remover as centenas de árvores tombadas?

Quantas solicitações de urgência para ajudar pessoas em áreas de alagamento, desmoronamento, casas despencadas?

Quantas solicitações de urgência para resolver a iluminação das ruas, das casas, faz escolas, e das empresas?

Quantos homens (haverá mulheres?) estão preparados e disponíveis para momentos de alta complexidade, em quase uma calamidade pública? Quantas horas trabalham? Quanto é o salário de cada um? Quantos se alimentaram adequadamente, ou estão com dor, feridos no próprio trabalho?

´Todavia ao se escutar noticiários somente se escutam as críticas, como se não estivesse ocorrendo um esforço excessivo de todos, além do que, não são vistos como seres humanos, não máquinas – robôs.

É algo inesperado! Criticar como se nada estivesse sendo feito, e que tudo deveria ser ainda melhor, é fácil, mas será que faria algo melhor do que criticar na solução?

Nosso reconhecimento a todos os trabalhadores e servidores públicos, que de algum modo honram as suas profissões, e estão de forma educada a serviço da população, acalmando-os e prestando o socorro com os seus conhecimentos e técnicas.

De algum modo, os olhares dos grupos a volta são um reconhecimento e admiração para o trabalho de todos.

Assim, diante das calamidades dos grandes temporais, valorizamos estes/as trabalhadores/as que atuam para melhores condições de vidas de todos nós.

Nesta edição trazemos alguns assuntos polêmicos de rara abordagem, e outras informações que pesquisamos e esperamos que possam de algum modo serem úteis.

Agradecemos ao apoio de importantes empresários em defesa de nossos direitos.

Nosso abraço fraternal, e votos de que o ano 2015 seja pleno de alegrias e ótimas realizações! Elisabeth Mariano

Link permanente para este artigo: http://espacohomem.inf.br/2015/01/homens-mais-solicitados-e-admirados-no-momento-dos-temporais-no-pais/