A importância das lideranças comunitárias

23 de Abril – Dia Mundial do Escoteiro
24 de Abril – Dia Internacional do Jovem Trabalhador
28 de Abril – Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho
28 de Abril – Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho
5 de Maio – Dia Nacional do Líder Comunitário
12 de Maio – Dia Internacional da Enfermagem e do Enfermeiro


Diante da perplexidade mundial vemos multidões humanas nas mais variadas raças, etnias, origens, idades e condições sociais e políticas se “despedindo da vida terrena” todas de forma inesperada, embora todo o esforço ds grupos de trabalhadores da área da saúde, dos pesquisadores e cientistas… Há algo que nos surpreendeu mais ainda!!!

Foi a falta de sensibilidade de algumas pessoas, cujas alcançaram plataformas de algum modo de poder político, e, não estavam a do cargo representativo e decisório.

Se fosse feito um estudo sobre a formação acadêmico profissional dessas lideranças, com certeza, encontraríamos – desde a juventude e as bases políticas- deles/as, a falta de estudos e pesquisas, que priorizem agir como Lideranças Comunitárias!

No excelente trabalho científico, exposto no e-book da organizadora Profª Drª Maria Aparecida M. – intitulado “Cultura informacional e liderança comunitária concepções e práticas” da UFMG pode- se aprender um “pouquinho” para melhorar o conceito e a análise do tema que abrange:

https://www.ufmg.br/proex/cpinfo/cultura/docs/00_Cultura%20informacional_integra_ebook.pdf

Basta nos perguntarmos:

Por qual motivo ocorreu também a pandemia noutros países, e, puderam sobrepor-se a pandemia com vários métodos de cuidados e cura? Qual era o comportamento dos líderes?

Aqui no Brasil com um sol generoso, com natureza rica, farta e exuberante, somos um povo com muitos recursos naturais para curarmos graves doenças e até para prevenir.

Poderiam certos líderes comunitários incentivar a busca pela imunidade, de forma naturalista. Mas, onde estão locais e projetos que formam LIDERANÇAS COMUNTÁRIAS?

O que se pode notar são abusos inexplicados num questionamento, onde os recursos foram suprimidos em discursos vazios, sem contar um “falso humorismo desrespeitoso”, com as vítimas hospitalizadas, falecidas, com atos de desinformação e, sem apoio aos familiares remanescentes etc.

E, o pior de tudo falta clareza na prestação de contas do que “ fez ou faz! Ou, do que não fez e faz nunca!”

A população está sem trabalho, sem remédios, sem assistência, sem alimentos básicos até mesmo, em meio a falta de serviços de esgotos e água potável, se vê “sem um posto de saúde próximo, sem ambulâncias para emergências, sem remédios para alivio de dores!” ASSIM EXPOSTO, entre o respeito em torno das dores de todos…

Naquelas comunidades é bem mais fácil surgir LIDERANÇAS COMUNITÁRIAS, do que em faculdades ou agrupamentos sectários com discursos falaciosos, longe da realidade do povo sofrido! E, o pior, lideranças que não são líderes de nada! Quer dizer: exceto, e óbvio, que são líderes dos grupos aproveitadores dos bens públicos, onde são empobrecidos por eles.

Lastimável! Uma tragédia provocada por falta de lideranças comunitárias e humanitárias! Além disto a covardia se apoderou de maioria, que nada fez legalmente contra isto!…

Com pesar nosso abraço solidário as pessoas que sofrem, principalmente ao inúmeros órfãos que ainda terão mais sofrimentos pela vida… assim como, as pessoas deficientes!

Aos que querem ser líderes e governantes etc. procurem estudar mais sobre a pessoa humana, e o que é ser líder humanitário, líder comunitário, líder político…

Potencializem-se cientificamente do conceito moral (não amoral) do que é ser líder (líder de verdade, mesmo!), não faça o povo brasileiro se envergonhar de você na História!

Para quem quer saber conceitos sobre “liderança comunitária”, comemorado em 05 de Maio, sugerimos a leitura do texto logo a seguir.

Nossa gratidão a todas nossas colaboradoras e nossos colaboradores, tão importantes e generosos com nossos ideais…

Nossa gratidão a nossos minúscula equipe.

Deus nos preserve a todas e a todos com muita coragem para transformamos este planeta e nossa sociedade por um viés humanitário e mais feliz, com bênçãos de Deus!

Prof.ª Mestra Elisabeth Mariano (AUTORA E DIRETORA DE ESPAÇO MULHER / ESPAÇO PARA A MULHER / JORNAL DA MULHER BRASILEIRA / EMBELEZAR / FIPLC EM-EH / www.espacomulher.com.br E SEUS SEGMENTOS; https://espacohomem.inf.br)

Saiba mais (Mestrado em Lideranças Direitos Humanos e Comunicação Social; Pós-graduada em Política Internacional, Pós graduada em Comunicação Social (nas áreas de mídia Imprensa, Tv Radio e mídias digitais); fez especialização em Direito Autoral e Propriedade Intelectual, pela OMPI/ONU (Organização Mundial da Propriedade Intelectual da Organização Mundial das Nações Unidas). Dentre mais de 30 especializações profissionais… Palestrante em eventos nacionais e internacionais. Escritora e poetisa.

NESTE ANO 2021 COMEMORA COM MUITA SIMPLICIDADE, COMEMORA OS 40 ANOS DE EMPREENDEDORISMO EM MIDIA ALTERNATIVA E COMUNITÁRIA…

DEDICADA AS CONQUISTAS DAS MULHERES E OS SEUS DIREITOS HUMANOS (ASSIM COMO OS DE POPULAÇÕES EXCLUÍDAS).

NESTE ANO – 2021 – COMEMORA 60 ANOS DE TRABALHO (DESDE INFORMAL ATÉ AOS DE EMPREENDEDORA DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA, E, ORGANIZADORA DE MICROS EVENTOS PARA ENCORAJAMENTO DAS MULHERES, E EXPOSICÃO DE CONQUISTAS EM DEPOIMENTOS, ENTREVISTAS ETC.).

EM TODO AO LONGO DO TEMPO NA AREA DE COMUNICAÇÃO SEGMENTADA E ALTERNATIVA ATUANDO COM DIREITO AUTORAL E MARCAS REGISTRADAS.

DIA NACIONAL DO LÍDER COMUNITÁRIO

Deste comentários em https://www.calendarr.com/brasil/dia-nacional-do-lider-comunitario/ (Data de acesso em 12/04/2021)

O Dia Nacional do Líder Comunitário é celebrado anualmente em 5 de maio.

Esta data visa homenagear o indivíduo responsável por ser o “porta-voz do povo”, uma figura de grande importância no âmbito popular, pois ajuda a representar as preocupações e vontades da população perante os poderes do Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário).

Para que o líder comunitário desenvolva o seu trabalho corretamente, este deve estar a par das necessidades reais da comunidade que representa, ouvindo a todos de modo igualitário e sem preconceitos.

O líder comunitário também deve seguir os preceitos básicos dos direitos humanos e da Constituição Federal que rege a sua localidade.

Origem do Dia Nacional do Líder Comunitário

Esta data foi instituída a partir do decreto de lei nº 11.287, de 27 de março de 2006, que decreta oficialmente o 5 de maio como Dia Nacional do Líder Comunitário.

Homenagem ao Líder Comunitário

Você representa a voz de toda uma comunidade! Obrigado por compreender e ouvir o que o povo tem a dizer! Feliz Dia do Líder Comunitário!

A responsabilidade de agir como um verdadeiro líder é um dom digno para poucos! Você é um exemplo para todos! Obrigado pelo seu trabalho!

Você tem feito muito pela nossa comunidade. Nós só temos a agradecer pelo seu esforço, empenho e dedicação! Continue mostrando sempre o seu valor, a sua ética e moral! Parabéns!

(Fonte: https://www.calendarr.com/brasil/dia-nacional-do-lider-comunitario/, data de acesso: 12/04/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/a-importancia-das-liderancas-comunitarias/

Entrevista com o Cardiologista Dr. Ricardo Contesini Francisco

Perfil do Cardiologista Dr. Ricardo Contesini Francisco

Ricardo Contesini Francisco

Dr. Ricardo Contesini Francisco

  • Especialista em Cardiologia pela SBC/AMB
  • Pós-Graduado em Medicina Esportiva pelo CEMAFE/UNIFESP;
  • Cardiologista do Instituto Reaction;
  • Médico da Seção de Cardiologia do Esporte do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia;
  • Médico do Setor de Sport Check Up do HCor;
  • Editor Adjunto de Cardiologia do Esporte da Revista do DERC;
  • Responsável há mais de 10 anos pela avalição cardiológica dos grandes clubes de futebol de São Paulo;
  • Palestrante há mais de 10 anos dos grandes congressos de cardiologia nacionais.

Contato:

Tel: (11) 2507-9024

Instagram: @dr.ricardocontesini

Facebook: @drcontesini

Site: https://www.drcontesini.com.br ou https://www.cardiologistaesportivo.com.br/

Dr. Ricardo Contesini Francisco

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da TV ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/entrevista-com-o-cardiologista-dr-ricardo-contesini-francisco-2/

Entrevista com o Estudante de Medicina Thomaz Silva Nunes

Perfil do Estudante de Medicina Thomaz Silva Nunes

Thomaz Silva Nunes

Thomaz Silva Nunes

Thomaz Silva Nunes, 26 anos, brasileiro, nasci em Campo Grande, Mato grosso do Sul, no dia 21 de fevereiro de 1995.

Desde pequeno sempre fui apaixonado pelos esportes no geral. Na escola, adorava jogar todas as modalidades esportivas, mas com uma grande preferência pelo futebol. Sou formado pela escola de Idiomas CNA em inglês, o que me facilita muito para estudar e ler artigos sobre temas ligados aos esportes em geral, pois muitos estudos avançados, se encontram na língua inglesa. Em 2018 fui aprovado, em medicina, no Centro Universitário das Américas – FAM, em São Paulo. Hoje, me encontro no 4 ano da graduação. Logo no início da faculdade, me associei na atlética e participei de todas as modalidades esportivas. Após alguns jogos, decidi me dedicar a natação e na bateria universitária. Ao entrar na faculdade, fui analisando as matérias, das quais teria mais afinidade e hoje ainda não decidi com extrema exatidão, qual aérea me especializar. Penso, que serão algumas dessas: Endocrinologia, Nutrologia ou Medicina do exercício e do esporte. Mas farei clínica médica primeiramente e depois irei concluir com outra especialidade, mais direcionada ao esporte. Recentemente, entrei para um grupo, composto por acadêmicos, gerido pela Dra. Ana Paula Simões o qual recebemos conteúdos, trabalhos e oportunidades de estágios ligados a medicina do exercício e do esporte.

EDUCAÇÃO – Membro das ligas da FAM:

  • Liga Acadêmica de Emergências FAM (LAME FAM) ano de 2018.
  • Liga Acadêmica Interdisciplinar de Endocrinologia e Metabologia (LAIEM FAM) em 2019.
  • Liga Acadêmica Interdisciplinar de Medicina do Exercício e do Esporte (LAIMEE FAM) em 2020.

EXPERIÊNCIAS E CURSOS:

Graças a Liga de Medicina do Exercício e do Esporte, recebi o convite e participei do projeto – Programa MAPS Interligas – Dr. Paulo Muzy em 2020.

Participei de aula sobre Nutrologia Esportiva e Obesidade (LAOME e LED), realizado pelo Centro Acadêmico Emílio Ribas, vinculado ao Curso de Medicina das Faculdades Integradas Padre Albino – (Faculdade de Catanduva) em 30 de abril 2020.

Participei do I Simpósio de Medicina Esportiva, realizado pelo Centro Acadêmico Emílio Ribas, vinculado ao Curso de Medicina das Faculdades Integradas Padre Albino – (Faculdade de Catanduva), no período de 21 de julho de 2020.

Participou do COMESP realizado em 23/07/2020, 24/07/2020 e 25/07/2020, durante o 1º Congresso Online de Medicina do Esporte, com selo ABLAC.

Participou do 1 COAM- FAM – Do módulo de medicina e Esporte no 1 Congresso Acadêmico Médico do centro universitário das Américas (COAM – FAM) em 2020.

10 Dicas para treinar no calor e não passar mal

https://blog.chelso.com.br/10-dicas-para-treinar-no-calor-e-nao-passar-mal/

CONTATOS:

E-mail: thomazsilvanunes2017@gmail.com

Instagram: @thomazsnunes

Facebook: Thomaz Nunes

Ouça a entrevista: Rádio Espaço Homem – 2021-04-15 – Thomaz Silva Nunes

https://drive.google.com/file/d/1f4OlTsMkaoluKQK1uW4JahADNnqLfLcn/view?usp=sharing

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da RÁDIO ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/entrevista-com-o-estudante-de-medicina-thomaz-silva-nunes/

Homem chora?

APRENDEMOS DURANTE A INFÂNCIA QUE HOMEM NÃO CHORA, ISSO É COISA DE “MULHERZINHA”.

Absurdo em ambos os aspectos, para ambos os sexos. porém deixo aqui registrado que ver homem chorando me derruba. não sou machista, pelo contrário, mas que é um nocaute nesse que escreve, isso é fato. mulher não é sexo frágil, homem também chora e deve.

Meu pai chorão como era, em inúmeras situações me disse para não chorar, porque homem não chora. e o vi muitas vezes chorando, só de lembrar encho os olhos agora.

(sorte minha que o dono da cafeteria me conhece… risos)

VOLTANDO A MINHA TEORIA.

Por ser homem, ao ver um outro chorando, faz com que as referências de “machos alfas” se desfaçam. Embora sou da teoria que homem de verdade chora, mostra os sentimentos, diz que ama seus amigos e não tem medo de mostrar suas fragilidades.

Seu João, uma empatia na primeira consulta. Senhor de aproximadamente oitenta anos, negro, alto e forte. perfil de virilidade, apesar da idade ainda mantinha um porte atlético que inveja muitos jovens. entretanto a palavra câncer demonstra os melhores sentimentos das pessoas, ao contar-lhe da doença no esôfago, aquele homem se entrega as lágrimas com certa vergonha. sua esposa e seus filhos o acompanham. eu por estar na situação de quem tem que dar suporte ao paciente e familiares, me engasgo e já começo a engolir o choro, como somos ensinados.

Então tento segurar sua mão firmemente, porém ele quem segura a minha mão com firmeza, já que nossas forças eras desproporcionais. Imaginem você segurando a mão de uma criança de sete anos, assim!

Durante esse momento onde me senti um menino, olhei bem naqueles olhos, tentando confortá-lo e falei que ele deveria chorar. Que chorasse o quanto achasse necessário, que isso dignifica o homem. No final da consulta recebo um abraço que me fez novamente me sentir frágil. Todas as consultas até o momento da cirurgia seu João deixava cair lágrimas, a esposa me confessou que aquilo só ocorria no momento que conversava comigo. Parece que ele percebeu que aquilo derrubava minha carapaça de “doutor”.

Tivemos que mudar nosso plano de tratamento. Seu João pediu para realizar a cirurgia com muita coragem, não aguentava as sessões de quimioterapia e radioterapia, operamos. Infelizmente seu João faleceu após algum tempo. Entretanto digo que ele foi homem de verdade, chorou e mostrou que coragem e força andam juntos com as lágrimas.

Há alguns anos vi um menino de 23 anos chorar copiosamente por ser graduado com uma faixa no jiu-jítsu, rapaz forte de quase 100 quilos, me emocionei na hora.

Uma voz grita: – não chora.

Um dos meus amigos Emerson Magro ou o Marcos Schot, não lembro agora, retrucou e gritou mais alto: pode chorar sim. E pode mesmo.

Na hora me lembrei do meu paciente. dois extremos de idade, chorando por motivos totalmente diferentes um alegria intensa o outros tristeza.

Então se tiver que chorar, chore. se emocione com a vida com tudo que ela vai te oferecer.

Autor

Dr. Mohamad Read Tayeh

Médico | Especialização em Cancerologia Cirúrgica

CRM-25978 Médico especializado em Cirurgia Oncológica. Professor do curso de Medicina da Univali. Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO), Preceptor do serviço […]

(Fonte: https://vitallogy.com/feed/Homem+chora+%3F/1172, data de acesso: 12/04/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/homem-chora/

Desmaios

Por Andrea D. Thompson,MD, PhD, Department of Internal Medicine, Division of Cardiovascular Medicine, University of Michigan; Michael J. Shea, MD, Michigan Medicine at the University of Michigan

Última revisão/alteração completa mai 2018| Última modificação do conteúdo jun 2018

A sensação de desmaio iminente (quase síncope) é a sensação de que se está prestes a desmaiar.

O desmaio (síncope) é uma perda repentina e rápida de consciência em que a pessoa cai no chão ou em uma cadeira, seguida pelo retorno da consciência. A pessoa fica sem movimento e enfraquecida e, geralmente, fica com as pernas e braços frios, pulso fraco e respiração superficial.

Algumas pessoas sentem vertigem ou tontura antes de desmaiar. Outras podem ter náusea, sudorese, visão turva ou em túnel, formigamento dos lábios ou pontas dos dedos, dor torácica ou palpitações. Com menor frequência, há pessoas que desmaiam repentinamente, sem nenhum sintoma.

Convulsões, que são uma perturbação da atividade elétrica do cérebro, e ataque cardíaco, no qual o coração para de bater completamente, são causas de perda da consciência, mas esses eventos não são considerados desmaios. No entanto, em algumas pessoas que desmaiam, os músculos se contraem de forma breve e involuntária, fazendo parecer uma convulsão.

O desmaio pode acontecer em pessoas de qualquer idade, mas as causas mais perigosas de desmaio são comuns em pessoas mais velhas.

Causas

Uma pessoa não deve perder a consciência, a não ser que haja a perturbação de uma função cerebral. Essa perturbação normalmente ocorre porque o fluxo de sangue para o cérebro é reduzido. Às vezes, entretanto, o fluxo de sangue é adequado, mas o sangue não contém oxigênio ou glicose (açúcar no sangue) suficientes para o funcionamento do cérebro.

O fluxo de sangue para o cérebro pode ser reduzido de diversas formas. É mais frequente que a razão seja uma interferência no retorno normal do sangue para o coração (o que implica em um fluxo de sangue menor saindo do coração). Com menor frequência, a causa é um problema que interfere no bombeamento do sangue (normalmente uma doença cardíaca). Embora os acidentes vasculares cerebrais reduzam o fluxo de sangue que chega ao cérebro, eles reduzem apenas parte desse fluxo. Assim, os acidentes vasculares cerebrais raramente causam desmaios, exceto os que envolvem a porção do cérebro que mantém a consciência.

As causas mais comuns são:

  • Emoções fortes (como medo, dor ou visão de sangue derramado)
  • Tosse ou força ao evacuar ou urinar
  • Ficar em pé por tempo prolongado
  • Levantar-se repentinamente
  • Gravidez
  • Uso de certos medicamentos
  • Idiopática (sem razão determinada)

Essas causas comuns praticamente sempre causam desmaio apenas quando as pessoas estão em pé. Quando elas caem, o fluxo sanguíneo para o cérebro aumenta, restabelecendo rapidamente a consciência, mesmo que muitas pessoas não se sintam completamente normais por algumas horas. Alguns se sentem cansados ou exaustos por muitas horas. Essas causas tendem a não ser sérias, exceto quando as pessoas se machucam ao caírem.

Muitas dessas razões envolvem a redução do retorno do sangue para o coração. Emoções fortes (particularmente as que são disparadas pela visão de sangue) ou dor podem ativar o nervo vago. A ativação do nervo vago expande os vasos sanguíneos, reduzindo o retorno do sangue para o coração, o que diminui a frequência cardíaca. Esses dois fatores levam à sensação de desmaio iminente e, em alguns casos, ao desmaio (o que se conhece por síncope vasovagal ou síncope neurocardiogênica).

Fazer força ao evacuar, urinar ou tossir eleva a pressão torácica. A pressão torácica elevada pode ativar o nervo vago e também diminuir o retorno de sangue para o coração — dois fatores que podem causar desmaios.

Pessoas saudáveis podem desmaiar após ficarem em pé por um longo período (mais comum em soldados, trata-se de um fenômeno conhecido como síncope das paradas militares), pois os músculos das pernas precisam estar ativos para auxiliar o sangue a voltar para o coração.

Sentar-se ou levantar-se muito rapidamente pode produzir uma sensação de tontura ou desmaio, uma vez que a alteração de posição faz com que o sangue se acumule nas pernas, o que resulta em uma queda na pressão arterial. Normalmente, o corpo eleva rapidamente a frequência cardíaca e contrai os vasos sanguíneos para manter a pressão arterial. Se o corpo não compensar dessas formas, é comum ocorrer sensação de desmaio iminente, porém, o mesmo raramente ocorre. Certas doenças do cérebro e da medula espinhal, repouso absoluto prolongado e alguns medicamentos (especialmente os usados para tratar hipertensão arterial) podem interferir nessa compensação e provocar um desmaio ao se levantar.

Mudanças hormonais no início da gravidez às vezes podem levar ao desmaio.

Um baixo nível de açúcar (hipoglicemia) inicialmente gera confusão, sensação de desmaio iminente, tremores e outros sintomas, mas se a hipoglicemia for grave ou prolongada, as pessoas podem perder a consciência. Esses sintomas frequentemente aparecem antes do desmaio, então, as pessoas que têm hipoglicemia em geral percebem um alerta antes de desmaiarem. Geralmente, a causa da hipoglicemia é o uso de medicamentos para diabetes, em particular a insulina. Em poucos casos, existe um tumor que secreta insulina.

Motivos menos comuns, porém mais sérios, incluem:

  • Doenças da válvula cardíaca (mais frequentemente a aorta)
  • Frequência cardíaca muito acelerada ou lenta
  • Bloqueio de uma artéria que chega aos pulmões por um coágulo de sangue (embolia pulmonar)
  • Ataque cardíaco ou outros problemas no miocárdio

As doenças da válvula cardíaca podem impedir que o sangue saia do coração. Uma frequência cardíaca muito rápida não permite que o coração tenha tempo suficiente para ser preenchido novamente, então, pouco sangue é bombeado. Uma frequência cardíaca muito lenta pode não bombear sangue suficiente. Coágulos nos pulmões podem impedir que o coração bombeie sangue suficiente. Pessoas com ataque cardíaco raramente desmaiam durante o ataque (situação mais comum em idosos). Outros problemas cardíacos pouco comuns, denominados cardiomiopatias, podem gerar desmaios, em particular durante o exercício, em geral por causa de uma arritmia.

Embora muitos acidentes vasculares cerebrais não causem desmaio, um acidente vascular cerebral ou ataque isquêmico transitório (AIT) envolvendo certos vasos sanguíneos na base do cérebro (acidente vascular cerebral de circulação posterior) podem causar desmaio. Da mesma forma, uma enxaqueca envolvendo esses mesmos vasos sanguíneos pode gerar um desmaio.

Avaliação

Se possível, a pessoa que testemunhou o desmaio deve informar ao médico a descrição do evento, pois a pessoa que desmaiou pode não se lembrar.

Sinais de alerta

Em pessoas que desmaiaram, alguns sintomas e características são motivos de preocupação. Incluem:

  • Desmaio ao se exercitar
  • Diversos episódios em um curto período
  • Desmaio repentino sem nenhum sintoma ou razão aparente
  • Desmaio precedido ou seguido de possíveis sintomas cardíacos, como dor torácica, palpitações ou falta de ar.
  • Idade avançada
  • Lesão significativa após um desmaio
  • Histórico familiar de morte súbita inesperada, desmaio durante exercício ou episódios repetidos de desmaio ou convulsões cujas causas não foram encontradas

Quando consultar um médico

Embora a maior parte das causas de desmaios não sejam graves, é necessária uma avaliação médica para distinguir as causas sérias das relativamente inofensivas. A pessoa que desmaiou deve procurar um médico imediatamente, especialmente se ela apresentar algum sinal de alerta.

O que o médico faz

Primeiro, os médicos fazem perguntas sobre os sintomas e o histórico médico. Em seguida, os médicos fazem um exame físico. O que os médicos encontram durante a avaliação do histórico ou exame físico geralmente sugere a razão do desmaio e os testes que devem ser feitos.

Os médicos perguntam sobre os eventos que levaram ao episódio de desmaio. Eles perguntam se a pessoa estava se exercitando, discutindo ou envolvida em uma situação potencialmente emocional. Eles indagam se a pessoa estava em pé ou sentada e, caso estivesse em pé, por quanto tempo. Eles também perguntam sobre os sintomas ocorridos imediatamente antes ou depois do evento, incluindo se houve vertigem, tontura ou náusea, sudorese, visão turva ou em túnel, formigamento dos lábios ou pontas dos dedos, dor torácica ou palpitações.

Os médicos podem pedir às testemunhas do episódio que descrevam o evento. Um desmaio repentino e brusco, sem nenhum sintoma ou razão aparente, sugere doença cardíaca. Se o desmaio for precedido por período curto de sintomas, como sensação de desmaio iminente, náusea, bocejo, visão turva ou sudorese, e ocorrer durante uma situação desagradável ou dolorosa, é provável que seja uma síncope vasovagal, que não é perigosa.

Os médicos perguntam sobre episódios prévios de tontura ou desmaio e sobre outras doenças, medicamentos ou sintomas que possam estar relacionados ao desmaio. Os médicos também verificam se a pessoa se machucou após o desmaio.

Então, são verificados os sinais vitais da pessoa. A frequência cardíaca e a pressão arterial são medidas enquanto a pessoa está deitada e depois de três minutos em pé. Os médicos escutam o coração para verificar se há sinais anormais na válvula cardíaca ou no fluxo sanguíneo. Um exame neurológico é feito para verificar se há sinais de acidente vascular cerebral.

Exames

São feitos exames, a não ser que haja um desencadeador emocional óbvio e inofensivo e que a pessoa esteja bem no demais. Os médicos escolhem os exames de acordo com a causa suspeita.

  • Eletrocardiograma (ECG)
  • ECG ambulatorial contínuo (monitor Holter ou gravador de eventos)
  • Medição do oxigênio no sangue (oximetria de pulso)
  • Medição de glicemia em material coletado na ponta do dedo
  • Às vezes, ultrassonografia do coração (ecocardiografia)
  • Às vezes, teste de inclinação ortostática
  • Às vezes, exames de sangue
  • Raramente, exame por imagem do sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal)

Em geral, se o desmaio for resultado de uma lesão ou tiver ocorrido diversas vezes (particularmente em um período), é recomendada uma avaliação mais completa. Os exames de imagem do coração e do cérebro não são feitos rotineiramente, a menos que o médico suspeite de um problema no coração ou no cérebro.

Pessoas com suspeita de problemas cardíacos, como ataque cardíaco, arritmia cardíaca ou anomalia da válvula do coração, geralmente são internadas para avaliação.

É feito um ECG. O ECG pode apontar uma arritmia ou outro problema cardíaco, porém, o resultado pode ser normal caso a arritmia tenha se resolvido. Em alguns casos, os médicos internam a pessoa no hospital para monitorar a atividade cardíaca por 24 horas. Com menos frequência, os médicos podem pedir que a pessoa use um pequeno monitor cardíaco enquanto estiver em casa (chamado ECG ambulatorial contínuo). Ou, raramente, os médicos podem implantar um dispositivo para gravação sob a pele.

É medido o oxigênio no sangue. A oximetria de pulso é feita durante ou imediatamente após um episódio para identificar baixos níveis de oxigênio no sangue (o que pode indicar um coágulo sanguíneo). Se o nível de oxigênio no sangue estiver baixo, os médicos fazem uma tomografia computadorizada (TC) ou um ultrassom do pulmão para verificar a presença de coágulos.

São realizados testes laboratoriais se os resultados dos exames sugerirem que seja necessário. No entanto, todas as mulheres em idade fértil devem fazer um teste de gravidez.

Uma ecocardiografia pode ser feita em pessoas com desmaio induzido por exercícios, sopro no coração ou quando o desmaio acontece quando a pessoa está sentada ou em pé.

Algumas vezes, é realizado um teste da mesa basculante quando a pessoa desmaia ao se levantar. O teste também é usado para avaliar se o desmaio é causado por exercício, caso a ecocardiografia ou o teste de esforço não revelem uma causa.

O teste de esforço é feito quando os médicos suspeitam de uma perturbação do ritmo cardíaco causada pela prática de exercícios. Ele é realizado com frequência em pacientes com sintomas induzidos por exercícios.

O estudo eletrofisiológico (EF) inclui testes que registram a atividade elétrica e as vias elétricas do coração por meio de fios que passam pelos vasos sanguíneos e chegam ao coração. Às vezes é feito um estudo EF quando outros testes não conseguem identificar um distúrbio no ritmo cardíaco em uma pessoa com episódios recorrentes inexplicáveis de desmaio, em pessoas com sinais de alerta inexplicáveis e em pessoas com histórico de insuficiência cardíaca decorrente de ataque cardíaco.

Pode ser realizada uma electroencefalografia quando os médicos suspeitarem de convulsão.

TC e ressonância magnética de cabeça e cérebro podem ser feitas se os médicos suspeitarem de alguma doença no sistema nervoso central.

Tratamento

O tratamento específico depende da causa. Por exemplo, pessoas que tenham desmaiado por causa de uma arritmia cardíaca podem precisar que seja implantado um marca-passo e/ou desfibrilador.

Quando as pessoas presenciam alguém desmaiando, devem verificar se a pessoa está respirando. Se a pessoa não estiver respirando, as pessoas presentes devem ligar para o serviço de emergência médica e iniciar a reanimação cardiopulmonar (RCP), incluindo uso de um desfibrilador externo automatizado (DEA), se disponível. Assim que a pessoa chegar ao hospital, os médicos tratarão o motivo do desmaio com medicamentos ou medidas apropriadas, como desfibrilador cardíaco de corrente contínua para recuperar a atividade cardíaca ou medicamentos ou cirurgia para desbloquear artérias entupidas.

Uma pessoa que está respirando deve permanecer deitada. Se a pessoa se sentar muito rapidamente, pode desmaiar.

Informações essenciais para idosos

Pessoas idosas são particularmente suscetíveis ao desmaio porque o fluxo sanguíneo diminui quando se envelhece. A razão mais comum de desmaio em idosos é a incapacidade da pressão arterial se ajustar quando a pessoa se levanta. O fluxo sanguíneo se reduz porque as artérias se tornam mais rígidas e menos capazes de se ajustar rapidamente e a inatividade física reduz a atividade muscular, que empurra o sangue pelas veias e de volta ao coração, além de doenças cardíacas diminuírem a eficiência do bombeamento de sangue.

Em pessoas com mais idade, o desmaio frequentemente é causado por mais de um fator. Por exemplo, a combinação do uso de diversos medicamentos para o tratamento de problemas cardíacos ou hipertensão arterial com o fato de ficar em pé em uma igreja quente durante muito tempo ou em um contexto emocional impactante pode provocar um desmaio, mesmo que nenhum dos fatores isolados possa fazê-lo.

Pontos-chave

  • O desmaio geralmente é causado por fluxo sanguíneo insuficiente para o cérebro.
  • A maioria das causas de desmaio não são sérias.
  • Algumas causas menos comuns são graves e potencialmente fatais.
  • Se o desmaio tiver um desencadeador aparente (como uma emoção forte), for precedido por sintomas (como sensação de desmaio iminente, náusea ou sudorese) e a pessoa necessitar de alguns minutos para se recuperar, trata-se provavelmente de uma síncope vasovagal, que não é grave.
  • O desmaio causado por perturbações do ritmo cardíaco acontece normalmente de forma abrupta e com recuperação rápida.
  • Os médicos podem pedir a uma pessoa que desmaiou que ela evite dirigir e operar equipamentos até que a razão do desmaio seja determinada e tratada, pois, se a causa for uma doença cardíaca desconhecida, a próxima manifestação pode ser fatal.
  • Se o desmaio for causado por frequência cardíaca lenta, pode ser necessário um marca-passo.
(Fonte: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-do-cora%C3%A7%C3%A3o-e-dos-vasos-sangu%C3%ADneos/sintomas-de-dist%C3%BArbios-do-cora%C3%A7%C3%A3o-e-dos-vasos-sangu%C3%ADneos/desmaio, data de acesso: 12/04/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/desmaios/

As perguntas que os meninos adolescentes mais fazem no consultório médico

Logo que entram na puberdade, eles costumam deixar os cuidados com a saúde de lado

Por Equipe Versar – 17 de setembro de 2018

Por CAMILA KOSACHENCO

Os cuidados com a saúde na adolescência frequentemente são negligenciados, especialmente entre os meninos. Médicos urologistas relatam que o dia a dia do consultório revela a ausência dos guris dessa faixa etária. Enquanto as meninas são levadas ao ginecologista tão logo entram na puberdade, eles passam anos a fio desassistidos.

– O adolescente entra em uma zona de ausência de assistência médica. Via de regra, na puberdade, o menino fica desassistido. É cultural levar as meninas ao ginecologista nessa fase, mas o paralelo do menino com o urologista não existe – aponta o urologista Daniel Suslik Zylbersztejn, especializado em reprodução humana e membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

– Menino consulta se tem uma questão intercorrente: quando surge uma doença ou algo do gênero. Dificilmente o pai leva o menino para fazer uma avaliação – afirma Ernani Rhoden, professor de Urologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).

Os especialistas listam (e respondem) as dúvidas mais comuns dos meninos nos consultórios. Confira:

Por que tenho dificuldade de ereção?

Segundo especialistas, isso é bem comum na adolescência em razão do nervosismo. A dica é, se possível, relaxar.

É normal ter testículos de tamanhos diferentes?

Sim. Os testículos podem ser simétricos ou discretamente assimétricos, com uma diferença de 20% entre eles. O crescimento dos testículos pode ocorrer até os 21 anos, mas, se a diferença for superior a 20% mesmo após a puberdade (até por volta dos 18 anos), é preciso investigar possíveis doenças.

O tamanho do meu pênis está normal?

Um pênis flácido tem de 5 cm a 10cm, com 2cm de diâmetro. Quando ereto, podem chegar a 12cm de cumprimento e 3cm de diâmetro. Especialistas lembram que só deve haver preocupação quando o órgão ereto tiver menos de 7cm, o que pode indicar síndromes genéticas, alterações hormonais ao longo da gestação e malformações.

Masturbação demais faz mal?

Não há doença alguma que seja gerada pela frequência das masturbações. O ato de se masturbar é natural e esperado na adolescência. Ele serve para o jovem conhecer melhor o seu corpo e os pontos de maior excitabilidade.

Minha altura está normal?

Apesar da herança genética, boa alimentação, estilo de vida saudável e boas noites de sono, os médicos usam um cálculo que pode estimar a altura na vida adulta: altura da mãe + altura do pai divido por dois + 10cm.

As doenças mais comuns entre os meninos adolescentes

Varicocele: dilatação nas veias dos testículos que é a causa mais comum de infertilidade – está presente em cerca de 20% a 25% da população masculina em geral. Tratável, a doença não apresenta sintomas e só é detectada com exame físico dos genitais.

Tumor no testículo: câncer mais comum entre homens de 20 a 40 anos, tem como principal sintoma o aumento do volume da bolsa escrotal ou a palpação de um “caroço” no testículo. Mais de 95% desses tumores são curáveis. Meninos, pais e mães devem ficar atentos a esse sinal, pois, quanto mais cedo for feito o diagnóstico, mais simples os tratamentos.

Fimose: consiste em um anel de constrição na pele que recobre a glande do pênis (prepúcio), dificultando ou impedindo a exposição da glande (cabeça do pênis). Os sintomas, em crianças, podem ser infecções locais e urinárias, em razão da dificuldade de higienização do local, e até mesmo problemas para urinar.

Balanopostite: processo inflamatório que ocorre no pênis e afeta a glande e o prepúcio. A causa mais comum é uma infecção aguda causada pelo fungo candida albicans. Não é uma DST, pois ser transmitida sem a realização de penetração, embora o casal possa compartilhar o fungo durante o ato sexual. O tratamento é feito com cremes tópicos e medicação via oral.

Ejaculação precoce: é caracterizada pela ejaculação que ocorre sempre, ou quase sempre, quando o tempo desde a penetração vaginal até a ejaculação passa a ser insatisfatório para o homem ou para o casal. No jovem, a causa costuma estar relacionada à ansiedade e à inexperiência do ato sexual. O tratamento é realizado basicamente por meio de psicoterapia sexual e de farmacoterapia.

Saiba mais:

No site da Sociedade Brasileira de Urologia há informações sobre DSTs, drogas, prevenção à gravidez, ejaculação precoce, puberdade, atividade física, entre outros temas: portaldaurologia.org.br/jovem

(Fonte: https://www.revistaversar.com.br/perguntas-que-os-meninos-adolescentes-mais-fazem/, data de acesso: 12/04/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/as-perguntas-que-os-meninos-adolescentes-mais-fazem-no-consultorio-medico/

Pensamentos sobre a felicidade do homem

Tenho a impressão que os homens estão perdendo o dom de rir.
Charles Chaplin

Eu continuo sendo apenas um palhaço, o que já me coloca em nível bem mais alto do que o de qualquer político.
Charles Chaplin

Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento.
Machado de Assis

Qualquer homem é capaz de fazer bem a outro homem; mas contribuirmos para a felicidade de uma sociedade inteira é parecermo-nos com os deuses.
Barão de Montesquieu

Muitas pessoas perdem as pequenas alegrias enquanto aguardam a grande felicidade.
Pearl S. Buck

O amor é a primeira condição da felicidade do homem.
Camilo Castelo Branco

Uma vida inteira de felicidade! Nenhum homem vivo conseguiria suportá-la. Seria o inferno.
George Bernard Shaw

A felicidade que o homem pode alcançar, não está no prazer, mas no descanso da dor.
John Dryden

O homem sereno descobre em si mesmo a fonte da felicidade e do conhecimento, fonte que nunca seca.
James Allen

O homem é assim o árbitro constante de sua própria sorte. Ele pode aliviar o seu suplício ou prolongá-lo indefinidamente. Sua felicidade ou sua desgraça dependem da sua vontade de fazer o bem.
Allan Kardec

O que o homem pode fazer de melhor para a sua felicidade é pôr-se em harmonia constante com Deus por meio de súplicas e orações.
Platão

Um homem disse a Buda: Eu QUERO felicidade. Buda respondeu: Primeiro retire o EU, que é seu ego! Depois retire QUERO, que é seu desejo! Pronto, agora você é deixado com a felicidade.
Zen Pencils

Um dia por curiosidade que me persiste perguntei a um poeta que fumava triste:
Poeta por que fumas com tanto ardor, e a cada vez que pões na boca triste, triste faz versos de amor.
O poeta respondeu: Se vedes o que vejo, talvez fumarias mais do que fumo, pois a fumaça que vai se espalhando, pouco a pouco vai formando a imagem da mulher que mais amei.

Charles Chaplin

(Fontes: https://www.pensador.com/a_felicidade_do_grande_homem/2/ | https://www.pensador.com/autor/charles_chaplin/3/, data de acesso: 12/04/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/04/pensamentos-sobre-a-felicidade-do-homem/

Até que ponto temos compromisso com as ocorrências marcantes da vida humana?

16 de Março – Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas
31 de Março – Dia da Integração Nacional
6 de Abril – Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz
6 de Abril – Dia Nacional de Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida


Muitas pessoas sequer leram por inteiro a Constituição Brasileira (embora algumas mudanças estão ocorrendo sem avisar a cidadania). E, muitas pessoas e até Profissionais Liberais, também sequer leram alguns dos tratados e convenções internacionais ratificados pelo Brasil, e, que fazem parte do compendio jurídico nacional.

No momento em que tantas e graves ocorrências afetam o povo brasileiro, vale recordar quais são as obrigações de governantes e “autoridades nas três esferas de Jurisdição do país”, e, além disso, que se atentem a todas as “Convenções, Declarações, e, Plataformas de Ação” assinadas e ratificadas nas instancias legais de autoridades brasileiras, em defesa de nosso povo brasileiro… Muitas e graves violações, descasos, ocorrem continuadamente nestes últimos tempos… e ainda permanecem impunes!

Tomo a liberdade em destacar um trecho inicial da “ratificada pelo Brasil” Convenção Americana de Direitos Humanos (1969) (Pacto de San José da Costa Rica) , e, da nossa Constituição Brasileira de 1988 – a Constituição cidadã do Brasil.

Esperamos que aprecie as fontes pesquisadas e sugeridas para você. Receba nosso cordial ABRAÇO, Elisabeth Mariano e equipe ESPAÇO HOMEM

SAIBA MAIS SOBRE AS PESQUISAS QUE FIZEMOS PARA VOCÊ – ACESSE OS LINKS ABAIXO.

1 – CONVENÇÃO AMERICANA DE DIREITOS HUMANOS (1969)* (PACTO DE SAN JOSÉ DA COSTA RICA), em seu

“PREÂMBULO

PARTE I – DEVERES DOS ESTADOS E DIREITOS PROTEGIDOS

Capítulo I – ENUMERAÇÃO DOS DEVERES

Artigo 1º – Obrigação de respeitar os direitos

  1. Os Estados-partes nesta Convenção comprometem-se a respeitar os direitos e liberdades nela reconhecidos e a garantir seu livre e pleno exercício a toda pessoa que esteja sujeita à sua jurisdição, sem discriminação alguma, por motivo de raça, cor, sexo, idioma, religião, opiniões políticas ou de qualquer outra natureza, origem nacional ou social, posição econômica, nascimento ou qualquer outra condição social.
  2. Para efeitos desta Convenção, pessoa é todo ser humano.” FONTE: http://www.pge.sp.gov.br/centrodeestudos/bibliotecavirtual/instrumentos/sanjose.htm (data de acesso: 14/03/2021)

2 – A Constituição Brasileira de 1988 continua em pleno vigor, e, deve ser respeitada e citada constantemente como parâmetro para evitar abusos contra a cidadania.

Constituição da República Federativa do Brasil

“Procurar no domínio https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf

Brasil. [Constituição (1988)] Constituição da República Federativa do Brasil : texto constitucional promulgado em 5 de outubro de 1988, com as alterações determinadas pelas Emendas Constitucionais de Revisão n os 1 a 6/94, pelas Emendas Constitucionais n 1/92 a 91/2016 e pelo Decreto Legislativo no 186/2008.

SAIBA MAIS ACESSE O LINK:

Dia Nacional de Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida

https://trt15.jus.br/noticia/2020/6-de-abril-dia-nacional-de-mobilizacao-pela-promocao-da-saude-e-qualidade-de-vida

Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas

https://duckduckgo.com/?q=Dia+Nacional+de+Conscientizaçãosobre+as+Mudanças+Climáticas&t=opera

Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz

https://www.calendarr.com/brasil/dia-internacional-do-esporte-para-o-desenvolvimento-e-pela-paz/

Dia da Integração Nacional

https://www.calendariobr.com.br/dia-da-integracao-nacional#.YE5YlLbPw2x

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/03/ate-que-ponto-temos-compromisso-com-as-ocorrencias-marcantes-da-vida-humana/

Entrevista com o Psicólogo Prof. Marco Antônio de Tommaso

Perfil do Psicólogo Prof. Marco Antônio de Tommaso

Prof. Marco Antônio de Tommaso

Prof. Marco Antônio de Tommaso

  • Psicólogo e psicoterapeuta pela Universidade de São Paulo
  • Atuou no IPQ HC USP em pesquisa e atendimento
  • Credenciado pela Associação Brasileira para Estudo da Obesidade
  • Consultor da Unilever – Dove de 2004 a 2010
  • Articulista da revista Boa Forma “Divã”
  • Tratamento da ansiedade e da compulsão alimentar. EMAGRECIMENTO.
  • Atendimento ON LINE.
  • Assessoria psicológica para modelos e agências
  • Consultor de psicologia do site www.giselebundchen.com.br (em reformulação)

Contatos:

WhatsApp: (11) 97255-1945 (só WhatsApp)

Tel.: (11) 3887-9738

E-mail: tommaso@terra.com.br

Sites: http://www.tommaso.psc.br | http://tommasopsicologia.blogspot.com/

Facebook (Perfil): @marcoantonio.detommaso.5

Facebook (Página): @drmarcotommaso

Instagram: @marco_tommaso_psicologia

Prof. Marco Antônio de Tommaso

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da TV ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/03/entrevista-com-o-psicologo-prof-marco-antonio-de-tommaso/

Entrevista com o Psicólogo, Filósofo e Teólogo Prof. Rubens Pedro Cabral

Perfil do Psicólogo, Filósofo e Teólogo Prof. Rubens Pedro Cabral

Prof. Rubens Pedro Cabral

Prof. Rubens Pedro Cabral

Coordenador da CRB – Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo
Missionário Oblato de Maria Imaculada da Província do Brasil, nascido em São Carlos-SP a 30/06/1953, vive em São Paulo a 42 anos.

Formou-se em Filosofia pela Faculdade Nossa Senhora Medianeira, Teologia pela Faculdade Nossa Senhora da Assunção, Psicologia pela UNISA – Universidade Santo Amaro – e fez Especialização em Atendimento a Pessoas Especiais pela USP.

Foi Pároco nas periferias de São Paulo durante 27 anos, atuou como Psicólogo por 25 anos, Professor Universitário na UNISA durante 15 anos.

Foi Provincial dos Oblatos de Maria Imaculada e atualmente é o Coordenador da Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo.

CONTATO:

Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo

Telefone: (11) 3141-2566

Site: https://www.crbsp.org.br/

E-mail: crbsp@crbsp.org.br

Ouça a entrevista: Rádio Espaço Homem – 2021-03-15 – Prof. Rubens Pedro Cabral

https://drive.google.com/file/d/1gYYKjCTcvV8fz6MVldF7Ml_ZGZ56Zurg/view?usp=sharing

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da RÁDIO ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/03/entrevista-com-o-psicologo-filosofo-e-teologo-prof-rubens-pedro-cabral-3/