Entrevista com o Educador Físico Prof. Pedro Cláudio Bortz

Perfil do Educador Físico Prof. Pedro Cláudio Bortz

Prof. Pedro Cláudio Bortz

Prof. Pedro Cláudio Bortz

Proprietário e Diretor Técnico da Live Cór – Atividade Física Pró Saúde

Graduado em Educação Física pela FIG (Unimesp)

Especialista pela UniFMU-SP em Reabilitação Cardiovascular

Especialista em Gestão de Saúde In Company na FIA-USP

Coordenador do Curso Pré-Congresso “Capacitação em Atividade Física e Diabates da ANAD – Associação Nacional de Atenção em Diabetes

Conselheiro Municipal de Saúde de São Paulo (2010 à 2014)

Conselheiro Estadual de Saúde (2015 à 2016)

Referências profissionais mais importantes

Total Care – Amil (2000 à 2014)

FitCór (2003 à 2004)

Faculdades Integradas de Guarulhos (2013 à 2016)

Clubes e Academias

Alphaville Tênis Clube, São Paulo Futebol Clube, Sport Clube Corinthians Paulista, Academia R.White.

Contato:

Live Cór – Atividade Física Pró Saúde

Endereço: Av. Nova Cantareira, 291 – sala 122 – Água Fria, São Paulo – SP, 02331-000

E-mail: livecorprosaude@gmail.com

Whatsapp: (11) 99993-6418

Facebook: @LiveCorSaude

Site: http://livecor.wix.com/livecorprosaude

Prof. Pedro Cláudio Bortz

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da TV ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/entrevista-com-o-educador-fisico-prof-pedro-claudio-bortz/

Entrevista com o Psicólogo, Filósofo e Teólogo Prof. Rubens Pedro Cabral

Perfil do Psicólogo, Filósofo e Teólogo Prof. Rubens Pedro Cabral

Prof. Rubens Pedro Cabral

Coordenador da CRB – Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo

Missionário Oblato de Maria Imaculada da Província do Brasil, nascido em São Carlos-SP a 30/06/1953, vive em São Paulo a 42 anos.

Se formou em Filosofia pela Faculdade Nossa Senhora Medianeira, Teologia pela Faculdade Nossa Senhora da Assunção, Psicologia pela UNISA – Universidade Santo Amaro – e fez Especialização em Atendimento a Pessoas Especiais pela USP.

Foi Pároco nas periferias de São Paulo durante 27 anos, atuou como Psicólogo por 25 anos, Professor Universitário na UNISA durante 15 anos.

Foi Provincial dos Oblatos de Maria Imaculada e atualmente é o Coordenador da Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo.

Contato:

Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo

Telefone: (11) 3141-2566

Site: https://www.crbsp.org.br/

E-mail: crbsp@crbsp.org.br

Ouça a entrevista: Rádio Espaço Homem – 2021-08-15 – Prof. Rubens Pedro Cabral

https://drive.google.com/file/d/1YuK7e_vcA5qADD2TLAoldeJ4sf0usgzV/view?usp=sharing

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da RÁDIO ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/entrevista-com-o-psicologo-filosofo-e-teologo-prof-rubens-pedro-cabral-4/

20 de Agosto o Dia do Maçom Brasileiro – Origem do Dia dos Maçons

De acordo com a história maçônica, no dia 20 de Agosto de 1822 aconteceu uma sessão histórica entre as Lojas de Maçonaria “Comércio e Artes” e “União e Tranquilidade”, na cidade do Rio de Janeiro.

Na ocasião, o Irmão Gonçalves Ledo teria feito um discurso emocionante e inspirador, pedindo a Independência do Brasil ainda naquele ano.

Gonçalves Ledo, considerado o integrante de maior destaque na maçonaria brasileira, era também um jornalista e político liberal, portanto, tinha influência na sociedade da época.

A ideia de Gonçalves foi aprovada por todos os irmãos naquela reunião e registrada na ata do Calendário Maçônico no 20º dia, do 6º mês do ano da Verdadeira Luz de 5.822.

Esta data, convertida para o calendário gregoriano (o que é usado na maioria dos países ocidentais), seria equivalente ao dia 20 de Agosto de 1822.

Teria sido por impulso da sociedade maçônica que o Príncipe Regente Dom Pedro I teria proclamado a Independência do Brasil no dia 7 de Setembro de 1822 (menos de um mês depois da grande reunião no Rio de Janeiro).

A data oficial foi registrada no artigo 179 da Constituição do Grande Oriente do Brasil, tornando o dia 20 de Agosto o Dia do Maçom Brasileiro.

(Fonte: https://www.calendarr.com/brasil/dia-do-macom/, data de acesso: 13/08/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/20-de-agosto-o-dia-do-macom-brasileiro-origem-do-dia-dos-macons/

Tabagismo mata mais de 200 mil pessoas por ano

Arguile e cigarros com sabores são porta de entrada para o vício

Apesar de toda a informação e campanha sobre os malefícios do cigarro, hoje no Brasil cerca de 11% da população é fumante.

As doenças relacionadas ao fumo matam mais de 5 milhões de pessoas no mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, o tabagismo é responsável por cerca de 200 mil mortes por ano.

Mesmo com dados significativos, os produtos derivados do tabaco, que incluem, além do cigarro, arguile, cigarro eletrônico e com sabores, cachimbos e charutos, ainda são bastante consumidos no País e no mundo.

“É válido parar de fumar em qualquer fase da vida, independentemente da idade e há quanto tempo fuma, pois os benefícios são imediatos, melhorando o paladar, olfato, circulação sanguínea e capacidade pulmonar, além de voltar gradativamente a ter a mesma probabilidade que não fumantes para infarto, por exemplo”, explica Andrea Reis, técnica do Programa Nacional de Controle do Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Ou seja, a desculpa de que já se fuma há muito tempo ou está velho demais para parar de fumar não é verdadeira, tendo benefícios em qualquer fase da vida. Quanto antes parar, mais rapidamente o organismo responde, com a diminuição dos sintomas do tabagismo e de desenvolver doenças relacionadas a ele.

“Há uma rede de tratamento pelo SUS totalmente gratuito, que trabalha com terapias comportamentais, encontros em grupo e, quando necessário, é disponibilizado medicamento para quem tem dependência severa. Para participar do programa, basta procurar uma unidade de saúde do SUS na localidade onde mora”, destaca Andrea.

Mas, sabendo-se dos malefícios e consequências do tabaco, o que leva muitas pessoas a iniciarem e não conseguirem parar de fumar? A técnica do Inca destaca que a dependência à nicotina faz com que os fumantes tenham medo dos efeitos iniciais de ficar sem a substância.

“A principal dificuldade para quem quer parar de fumar é o medo de ficar sem o cigarro, uma vez que o tabaco é uma substância psicoativa, atuando no sistema nervoso central, e parar de usar pode causar desconforto físico e mental. A nicotina leva de 7 a 19 segundos para chegar no cérebro, atuando de forma rápida no organismo, o que leva à síndrome de abstinência. Ao entender esse processo fica mais fácil para a pessoa parar de fumar”, explica a especialista.

Praticar atividades físicas ajuda a manter os jovens afastados do cigarro e auxilia quem está parando de fumar e, aos que já pararam, a não terem recaídas.

Os jovens ainda são bastante atraídos pelo fumo, por isso a prevenção é bastante importante nessa faixa etária.

“O cigarro ainda carrega um estigma muito forte de socialização e rebeldia para os jovens, com a falsa impressão de que arguiles, cigarros eletrônicos e com sabores são menos danosos, e eles se tornam a porta de entrada para a dependência”, alerta Ana Clara Toschi, pneumologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

O fumo passivo, que se refere àqueles que não fumam mais convivem com fumantes, também aumenta os riscos de doença. Sete não fumantes morrem por dia em consequência do fumo passivo e essas pessoas têm 30% maior risco para câncer de pulmão e 24% para infarto.

“Mesmo que a pessoa ache que porque está fumando em um local isolado não está prejudicando os outros, as toxinas presentes na fumaça do cigarro chegam em todos os ambientes da casa, por exemplo, prejudicando os demais moradores. Crianças que convivem com fumantes têm maior incidência de problemas respiratórios decorrentes da fumaça”, destaca a pneumologista.

Além de todas essas consequências, fumar também tem um impacto econômico, sentido diretamente nas finanças de quem fuma e suas famílias.

Para se ter uma ideia, uma pessoa de 30 anos, que começou a fumar aos 18 uma média de dez cigarros por dia, já gastou cerca de R$ 19 mil com o vício nesse tempo.

A percepção do brasileiro em relação aos malefícios do tabagismo aumentou nos últimos anos, mas poucos se questionam a respeito do custo do cigarro em seus orçamentos.

Autora: Camila Sotério

Fonte: Equipe Coração e Vida

(Fonte: https://www.oswaldocruz.com/site/noticias-de-saude/noticias-de-saude/tabagismo-mata-mais-de-200-mil-pessoas-por-ano-no-brasil, data de acesso: 14/08/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/tabagismo-mata-mais-de-200-mil-pessoas-por-ano/

Violência contra homens idosos

Estatísticas que incluem estudos sobre homens idosos

MAUS TRATOS CONTRA IDOSOS

Por ACS — publicado 4 anos atrás

O Estatuto do Idoso, Lei 10.741/2003, prevê como crime a conduta de colocar em risco a vida ou a saúde do idoso, através de condições degradantes ou privação de alimentos ou cuidados indispensáveis.

A pena prevista é de 2 meses a 1 ano de detenção, e multa.

Se o resultado do crime for lesão corporal grave, a pena aumenta para 1 a 4 anos de reclusão.

Por fim, se o resultado for morte, a pena é de 4 a 12 anos de reclusão.

Estatuto do Idoso

Lei Nº 10.741, de 1º de outubro de 2003

Art. 99. Expor a perigo a integridade e a saúde, física ou psíquica, do idoso, submetendo-o a condições desumanas ou degradantes ou privando-o de alimentos e cuidados indispensáveis, quando obrigado a fazê-lo, ou sujeitando-o a trabalho excessivo ou inadequado:

Pena – detenção de 2 (dois) meses a 1 (um) ano e multa.

§ 1o Se do fato resulta lesão corporal de natureza grave:

Pena – reclusão de 1 (um) a 4 (quatro) anos.

§ 2o Se resulta a morte:

Pena – reclusão de 4 (quatro) a 12 (doze) anos.

© Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT

Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta publicação, desde que citada a fonte.

(Fonte: https://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/campanhas-e-produtos/direito-facil/edicao-semanal/maus-tratos-contra-idosos, data de acesso: 14/08/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/violencia-contra-homens-idosos/

Enfermagem conta com novas metodologias para tratamento de transtornos mentais

Artigo da “Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas” traz uma análise sobre a realização de um treinamento em saúde mental com a utilização de metodologias ativas

Metodologias ativas envolvem métodos de desenvolvimento e de estímulo de ações provenientes do pensamento crítico e reflexivo que podem auxiliar os profissionais de enfermagem a proporcionar melhoras significativas aos portadores de transtornos mentais. Essas novas metodologias se fundamentam em duas perspectivas: a aprendizagem baseada em problemas, procurando despertar “uma atitude ativa do aluno em busca do conhecimento”, e a problematização, em que os problemas são identificados pelo aluno (a) /enfermeiro (a) na prática da “ação – reflexão – ação”, ambas dedicadas a questões da realidade. Em relação à avaliação da reação ou da satisfação das metodologias, a pesquisa mostrou o resultado favorável do treinamento, comprovado o progresso “na assistência de enfermagem em saúde mental”.

O conceito de saúde, além de abranger o bem-estar físico e social do indivíduo, não prescinde da saúde mental. O tratamento para quem sofre de transtornos mentais, sejam quais forem, requer mais do que a prescrição de medicamentos, pois é imprescindível oferecer um cuidado especializado, proporcionando ao paciente acolhimento, atenção, valorizando-o como um ser merecedor de boa qualidade de vida. Nesse cuidado, quem acompanha mais de perto a pessoa internada em hospital é o profissional de enfermagem. A profundidade emocional do cuidado de enfermagem vai além do corpo, “o cuidado deve oferecer uma perspectiva holística e ir além da visão reducionista à doença”.

O artigo pode ser acessado aqui!

Fonte: Jornal da USP

(Fonte: https://bvsms.saude.gov.br/enfermagem-conta-com-novas-metodologias-para-tratamento-de-transtornos-mentais/, data de acesso: 14/08/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/enfermagem-conta-com-novas-metodologias-para-tratamento-de-transtornos-mentais/

08/09: Dia Nacional de Luta por Medicamento

Há 21 anos, em 08 de setembro, é celebrado o Dia Nacional de Luta por Medicamento. O objetivo da data é chamar a atenção para as dificuldades dos pacientes para ter acesso a tratamentos e medicamentos.

O acesso a medicamentos é definido pela Organização Mundial da Saúde como um indicador que mensura os avanços na concretização do direito a saúde, sendo um dos principais desafios em todos os países das Américas.

Assistência Farmacêutica (AF) é o conjunto de ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, tanto individual como coletiva, tendo o medicamento como insumo essencial e visando o acesso e ao seu uso racional. Este conjunto envolve a pesquisa, o desenvolvimento e a produção de medicamentos e insumos, bem como a sua seleção, programação, aquisição, distribuição, dispensação, garantia da qualidade dos produtos e serviços, acompanhamento e avaliação de sua utilização, na perspectiva da obtenção de resultados concretos e da melhoria da qualidade de vida da população.

A Assistência Farmacêutica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e enquanto parte integrante da Política Nacional de Saúde (PNS), visa à garantia do acesso a medicamentos e insumos para toda população, assim como aos serviços farmacêuticos, baseado nos princípios constitucionais e nas suas doutrinas, destacando entre eles: a universalidade, a equidade, a integralidade, a regionalização e a hierarquização. Foi instituída como estratégia do SUS por meio da Política Nacional de Medicamentos (PNM), publicada na Portaria MS nº 3.916/1.998.

Programa Farmácia Popular do Brasil

Foi criado com o objetivo de oferecer mais uma alternativa de acesso da população aos medicamentos considerados essenciais. O Programa cumpre uma das principais diretrizes da Política Nacional de Assistência Farmacêutica.

Política e Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF)

Têm o objetivo de garantir à população brasileira o acesso seguro e o uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos, promovendo o uso sustentável da biodiversidade, o desenvolvimento da cadeia produtiva e da indústria nacional.

Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica no SUS (Qualifar-SUS)

É organizado em quatro eixos – Estrutura, Educação, Informação e Cuidado – e tem por finalidade contribuir para o processo de aprimoramento, implementação e integração sistêmica das atividades da AF nas ações e serviços de saúde, visando uma atenção contínua, integral, segura, responsável e humanizada.

Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME)

Compreende a seleção e a padronização de medicamentos indicados para o atendimento de doenças ou agravos no âmbito do SUS.

Fontes:

(Fonte: https://bvsms.saude.gov.br/08-9-dia-nacional-de-luta-por-medicamento/, data de acesso: 14/08/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/08-09-dia-nacional-de-luta-por-medicamento/

Números da gravidade de COVID-19

Covid-19: país tem 20,3 milhões de casos acumulados e 568,7 mil mortes

Com mais 31.142 diagnósticos de covid-19 em 24 horas, passa de 20,3 milhões o total de infectados pela doença desde o início da pandemia no país.

Mortes somam 568,7 mil.

As mortes pelo novo coronavírus ao longo da pandemia aproximam-se de 570 mil. Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 926 novos óbitos, totalizando 568.788.

Na sexta-feira, o painel de informações marcava 567.862 mortes acumuladas.

O balanço apontou também 585.840 pacientes em acompanhamento e 19.195.514 recuperados da doença.

Estados

Os estados com mais mortes pela covid-19 são os seguintes: São Paulo (142.528), Rio de Janeiro (60.632), Minas Gerais (51.849), Paraná (36.432) e Rio Grande do Sul (33.752).

As unidades da federação com menos óbitos são Acre (1.807), Roraima (1.916), Amapá (1.936), Tocantins (3.605) e Sergipe (5.947).

Edição: Nádia Franco

(Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2021-08/covid-19-pais-tem-203-milhoes-de-casos-acumulados-e-5687-mil-mortes, data de acesso: 13/08/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/08/numeros-da-gravidade-de-covid-19/

Quem é o atual homem diante de circunstâncias atuais e complexas?

COMEMORAÇÕES DO MÊS DE JULHO
15 – Dia do Homem
18 – Dia Internacional de Nelson Mandela
19 – Dia Nacional do Futebol
24 – Dia do/a Detetive Particular
25 – Dia do Motorista
27 – Dia do Motociclista
27 – Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho
30 – Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas

COMEMORAÇÕES DO MÊS DE AGOSTO
06 – Dia Interamericano do Escotista
08 – Dia dos Pais
08 – Dia Nacional de Combate ao Colesterol
14 – Dia do Cardiologista


Recentemente em entrevista com um notável Psiquiatra e Professor Doutor perguntei-lhe: Como definir o Homem atual neste tempo histórico tão complexo? E, ele com seu carisma e sabedoria respondeu:

O HOMEM ATUAL ESTÁ ACUADO…(“Acuado” é uma forma popular de pessoas de algumas regiões brasileiras, para dizer “ Acossado” estar aflito, amedrontado, apreensivo, atormentado, ferido, sem alternativas de saídas, não encontra soluções, está solitário na própria dor…). FONTE: https://www.dicio.com.br/acossar/

As mulheres que são mães, avós, bisavós até mesmo, embora viúvas, ou ainda casadas há mais de 50 anos, também sofrem por ver os “homens de sua família” pensativos, tristes, sem encontrar algumas saídas para se livrar da crise de desemprego, doenças, e dívidas… e, maioria se rebela em silencio contra uma “desgovernança em tempo de pandemia”! Até mesmo, aqueles com mais formação intelectual e frequentadores de universidades etc. se “espantam com tanta situação de descaso com a vida humana”, e, sentem a vergonha de estar num país, em que homens fazem em cargos de lideranças, prejudicando milhões de pessoas (e atingem desde bebês, crianças, jovens, idosos etc.)

Um caos social e político, um terror psicológico de desinformação, falta de perspectivas, e, até tais “dores psicológicas” levam a suicídio, doenças graves com morte prematura, e, além disso… há os que se debandam a ser violentos também! As vítimas sempre, serão desde bebês até jovens, mulheres, deficientes, idosos…

Com certeza maioria que “quer governar um pais, até um estado, etc.”, não têm noção da realidade brasileira, e, não sabem o que e fome… milhões de reais vão para banquetes, e se, tem no pais, mais 19 milhões de famintos, maior de bebês a crianças em idade escolar.

Independente de defesa de siglas, bandeiras e, outras modalidades de grupos em suas crenças e metodologias de “lidar com pessoas pobres”, e, agir bestialmente pensando apenas em si próprio (e no seu cercadinho), há homens humanos e discordantes disso.

O que é preciso socialmente, anda não virou hábito de atitudes em grupos sociais, e, daí ocorrem os abuso de poder, e “protecionismos grupais e ocasionais” – na vida se anda para a frente, não há porque se estagnar…”1 mais 1 é o elo de 2 mentes, sementes”…

Desanimar pode ser um dos vários tipos de doenças que a seguir estão elencadas na pesquisa abaixo com suas fontes… as soluções partem de grupos idealistas e corajosos.

(https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2021-04/pesquisa-revela-que-19-milhoes-passaram-fome-no-brasil-no-fim-de-2020

https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2021/05/23/como-a-fome-deixa-19-milhoes-de-brasileiros-mais-vulneraveis-a-covid-19-nao-ha-sistema-imune-que-resista.ghtml)

NESTE DIA 15 DE JULHO, DIA NACIONAL DO(S) HOMEM(S) queremos incentivar para que possa haver um novo recomeço com fé e coragem diário!

“A população brasileira é de 203,2 milhões de habitantes, sendo 98,419 milhões de homens (48,4% do total) e 104,772 milhões de mulheres (51,6%)”. (PROVAVEL diferença. porque há mais mulheres idosas do que homens idosos.)

SOMAR ESFORÇOS É MULTIPLICAR RESULTADOS.

As mulheres e homens devem se unir em planos para melhores dias para a família.

Receba fraternal abraço de Elisabeth Mariano e equipe ESPAÇO HOMEM.

Mensagem especial de Dia dos Pais, pelo Pe. Rubens Pedro Cabral, OMI

Leitura interpretada por Elisabeth Mariano

“O Último Discurso” de “O Grande Ditador” de Charles Chaplin

Posted on 2 de setembro de 2012 by Adalberto Tripicchio in Reflexões sobre o Campo Psi

(Fonte: https://www.redepsi.com.br/2012/09/02/o-ltimo-discurso-de-and-quot-o-grande-ditador-and-quot-de-charles-chaplin/, data de acesso em 14/07/2021)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/07/quem-e-o-atual-homem-diante-de-circunstancias-atuais-e-complexas/

Entrevista com a Advogada Prof.ª Dr.ª Raquel Bunholi

Perfil da Advogada Prof.ª Dr.ª Raquel Bunholi

Prof.ª Dr.ª Raquel Bunholi

Prof.ª Dr.ª Raquel Bunholi

Advogada; Graduada em Direito pela Universidade Estadual de Londrina-PR; Pós-Graduada em Direito Administrativo; Direito Notarial e Registral e Pós-Graduanda em Direito Processual Civil pela UNIDERP. Professora universitária, servidora pública, atuou como Assessora da Secretaria da Saúde de Sertãozinho de 2013 a 2015. De 2016 a 2018 esteve à frente das Comissões de Cultura e de Direito Militar da 80ª Subseção da OAB Paulista. Em 2018 foi eleita Diretora Tesoureira da 80ª Subseção da OAB/SP para o triênio 2019 a 2021. Atualmente é membro da Comissão da Mulher Advogada da OAB São Paulo; Comissões de Eventos, Qualidade de Vida, Cultura e Obras da 80ª Subseção da OAB/SP; palestrante, apresentadora na STVI WEB TV e fundadora do escritório Raquel Bunholi Advocacia.

Contatos:

Endereço: Rua Diogo Garcia 243, Jardim Recreio dos Bandeirantes | CEP 14170-860 | Sertãozinho – SP

Tel.: (16) 3524-2417

Whatsapp: (16) 99130-0649

E-mail: rt.consultoriajuridica@gmail.com

Site: https://www.raquelbunholiadvocacia.com/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCyN6VX_tuha4Je1W7qT_mYg

Tik Tok: https://vm.tiktok.com/ZS5HTaE3/

LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/dra-raquel-bunholi-359a9b12a/

Facebook: https://www.facebook.com/Advocacia-Dra-Raquel-Bunholi-379774736187596/

Instagram: https://www.instagram.com/dra.raquelbunholi/

Twitter: https://twitter.com/DBunholi

Prof.ª Dr.ª Raquel Bunholi

OBS.: Respeitamos a Liberdade de Expressão de todas as pessoas. As opiniões aqui expressas NÃO refletem as da TV ESPAÇO HOMEM, sendo estas de total responsabilidade das pessoas aqui entrevistadas.

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2021/07/entrevista-com-a-advogada-prof-a-dr-a-raquel-bunholi/