Denúncias de pornografia infantil cresceram 33,45% em 2021, aponta a SAFERNET Brasil

CRIMES NA WEB / PORNOGRAFIA INFANTIL

Números seguem crescendo após recorde histórico de denúncias registrado em 2020

Entre janeiro e abril de 2021 foram denunciadas à Safernet Brasil 15.856 páginas relacionadas com pornografia infantil, das quais 7.248 foram removidas por indício de crime.

O número mostra um crescimento de 33,45% nas denúncias em relação ao mesmo período do ano passado, quando 11881 páginas haviam sido denunciadas, das quais 6938 foram removidas.

Ano passado, primeiro ano da pandemia de covid-19, a Safernet Brasil recebeu 98.244 denúncias anônimas de páginas de internet contendo pornografia infantil – recorde histórico desde que é feita a medição (iniciada em 2006).

O número é mais do que o dobro (102,24%) em relação às 48.576 páginas reportadas por usuários da internet pela mesma razão em 2019.

“A pandemia provocou e continua a provocar mudanças abruptas na rotina das famílias. As crianças ficaram muito mais tempo online e expostas a situações de risco, agravado pelo fechamento das escolas, que sempre serviu como uma importante rede de apoio e prevenção a violência sexual”, afirma Thiago Tavares, presidente da Safernet.

“Hoje”, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e a Safernet está participando de uma ação com o Ministério Público da Bahia e a rede social TikTok para a conscientização de adolescentes e jovens adultos sobre a importância do uso do celular para denunciar o abuso e a exploração sexual infanto juvenil.

Campanha – Com o mote “Dá para fazer muitas coisas pelo celular: inclusive quebrar o silêncio de uma violência sexual”, a campanha, que teve o apoio das cantoras Ivete Sangalo e Claudia Leitte, mostrou que o telefone celular é um instrumento que possibilita acesso rápido e seguro aos canais de comunicação para a realização da denúncia.

Denúncias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser feitas pelo whatsapp 61-99656-5008, pelo Disque 100 e pelos apps Direitos Humanos Brasil e Proteja Brasil.

Segundo dados da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH), em 2020, o Disque 100 registrou 23.351 denúncias de violência sexual (estupro, abuso, assédio e exploração), um aumento de 23,4% em relação aos 18.911 registros de 2019.

Segundo o MP da Bahia, foram registradas em 2020 757 notícias de fato (denúncias feitas por cidadãos) relativas à violência sexual contra criança e adolescentes.

Segundo dados do Disque 100, a Bahia registrou, em 2020, 1.267 casos de violência sexual, contra 901, em 2019, um aumento de quase 40%.

Saiba mais – A Safernet é uma organização não governamental que promove a defesa dos Direitos Humanos na Internet no Brasil.

A Safernet mantém a Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos operada em parceria com os Ministérios Públicos.

Em 15 anos, a SaferNet Brasil recebeu e processou 1.759.354 denúncias anônimas de pornografia infantil envolvendo 429.665 páginas distintas, das quais 340.005 foram removidas por conterem indícios de crime e/ou violação dos termos de uso das plataformas.

As denúncias foram registradas pela população por meio do hotline http://www.denuncie.org.br, que faz parte do grupo de 47 hotlines membros do INHOPE, associação internacional criada na Europa em 1999 para facilitar a cooperação e o intercâmbio de dados e informações sobre crimes e violações no ambiente digital em todo o mundo.

  • 18/05/2021 – Equipe Safernet Brasil
(Fonte: https://new.safernet.org.br/content/denuncias-de-pornografia-infantil-cresceram-3345-em-2021-aponta-safernet-brasil, data de acesso: 16/01/2023)

Link permanente para este artigo: https://espacohomem.inf.br/2023/01/denuncias-de-pornografia-infantil-cresceram-3345-em-2021-aponta-a-safernet-brasil/

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.